PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Priscila 'Pedrita' revela ter superado 'trauma' de luta com Valentina Shevchenko

Ag. Fight

Ag. Fight

17/05/2021 07h00

Priscila 'Pedrita' traça uma curiosa carreira no UFC. Afinal, a lutadora de 32 anos perdeu suas três primeiras apresentações no evento e, mesmo assim, foi mantida no show a ponto de agora acumular dois triunfos seguidos por nocaute. Além da boa fase, a atleta garante que também conseguiu deixar para trás uma barreira psicológica.

Isso porque, depois de uma frustrante estreia no UFC contra Valentina Shevchenko, quando foi derrubada e golpeada insistentemente por dois assaltos, 'Pedrita' expôs que a luta agarrada não era o forte de seu jogo. E foi assim que suas adversárias, uma a uma, ditaram o ritmo no octógono contra ela.

"Toda a vez que eu era derrubada, eu lembrava da luta contra a Valentina. Aquilo foi horrível para mim, foi difícil superar. Eu me afobava e queria levantar de qualquer jeito. Desta vez, consegui escutar meus treinadores o tempo todo. Descobri hoje que superei esse trauma (risos)", brincou, sorridente, durante conversa com a reportagem da Ag. Fight logo após o final do evento.

Ao nocautear Gina Mazany no 2º round da disputa realizada no card do UFC 262, no último sábado (15) em Houston (EUA), Priscila provou ter evoluído em sua defesa na luta agarrada. Desta forma, a atleta não desperdiçou energia quando passou praticamente os cinco primeiros minutos por baixo da rival, que insistia em derrubá-la.

"Provei que tenho um jogo de chão bom. Eu estava calma, segurei os cotovelos dela, sem pressa. Vi que ela estava fazendo força e cansando, e eu deixei, sabia que eu não estava cansando. Deu tudo certo", celebrou.

Com dez vitórias em sua carreira no MMA, 'Pedrita' protagonizou uma reviravolta em sua carreira também do lado de fora do octógono. No último ano, a atleta deixou a equipe PRVT, onde treina Jéssica 'Bate-Estaca' e passou a realizar seus treinos em Belém do Pará, com o time montado por Deiveson Figueiredo, campeão dos pesos-moscas (57 kg).

"Sou muito grata a toda PRVT. Sem eles, eu não estaria aqui hoje. Gilliard 'Paraná', a Jéssica (Andrade), a esposa dela (Fernanda) também... Sempre me ajudaram muito. Mas agora estou muito feliz onde eu estou. Me sinto cercada por vários pais (risos)", finalizou.

Acompanhe os resultados do UFC 262:

Charles 'Do Bronx' nocauteia Michael Chandler no 2º round;
Beneil Dariush venceu Tony Ferguson por decisão unânime;
Rogério Bontorin venceu Matt Schnell por decisão unânime;
Katlyn Chookagian venceu Viviane Araújo por decisão unânime;
Edson Barboza nocauteou Shane Burgos no 3º round;
André 'Sergipano' finalizou Ronaldo 'Jacaré' no 1º round;
Lando Vannata venceu Mike Grundy por decisão dividida;
Jordan Wright nocauteou Jamie Pickett no 1º round;
Andrea Lee finalizou Antonina Shevchenko no 2º round;
Priscila 'Pedrita' nocauteou Gina Mazany no 2º round;
Tucker Lutz venceu Kevin Aguilar por decisão unânime;
Christos Giagos finalizou Sean Soriano no 2º round.

Esporte