PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

'Do Bronx' elogia Chandler e prevê guerra pelo título dos leves no UFC 262

Charles Oliveira "Do Bronx" vai lutar pelo cinturão neste sábado - Hannah Peters/Getty Images
Charles Oliveira "Do Bronx" vai lutar pelo cinturão neste sábado Imagem: Hannah Peters/Getty Images

Ag. Fight

Ag. Fight

14/05/2021 11h47

No Ultimate desde 2010, Charles Oliveira faz, neste sábado (15), a luta mais importante de sua carreira. 'Do Bronx' vai liderar a edição de número 262, que acontece em Houston (EUA), ao lado de Michael Chandler e o que está em jogo no encontro é o título vago do peso-leve (70 kg). Apesar da confiança de que vai sair com o braço levantado após a batalha, o brasileiro elogiou o ex-campeão do Bellator.

Na coletiva de imprensa pré-UFC 262, realizada na última quinta-feira (13), Charles analisou o aguardado embate contra Chandler e pregou respeito ao adversário. O brasileiro destacou o poder e o wrestling como principais armas do ex-campeão do Bellator.

Chandler e Charles vão disputar o título vago do peso-leve após Khabib Nurmagomedov anunciar sua aposentadoria do MMA, mas, de acordo com o brasileiro, ambos não chegaram a tal posição por acaso. Empolgado pela grandeza da luta, o paulista cravou que o octógono será palco de uma guerra.

"Chandler é duríssimo, merece todo o respeito do mundo, foi campeão do Bellator, tem uma grande história. Ele pega duro em pé e trabalha bem o wrestling. Com certeza, estará pronto para a luta, mas também estou 100% pronto e será uma guerra. Estou aqui para me testar. Ele teve a oportunidade de lutar pelo título e eu também. Estou feliz. Será um grande show e estou pronto", declarou o faixa-preta de jiu-jitsu.

Charles Oliveira vive um momento mágico no UFC. Atualmente, 'Do Bronx', de 31 anos, se encontra na terceira posição no ranking do peso-leve e possui oito vitórias seguidas, sendo cinco por finalização e duas por nocaute. Pela organização, o brasileiro é dono de estatísticas interessantes e marcantes.

'Do Bronx' é o recordista de finalizações na história do UFC (14 vezes), também é o atleta mais vitorioso pela via rápida (16) e o segundo com mais bônus (16 contra 18 de Donald Cerrone). Seus triunfos de maior destaque no MMA foram diante de Clay Guida, Jeremy Stephens, Jim Miller, Kevin Lee, Tony Ferguson

MMA