PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Glover afasta possibilidade de se aposentar após disputa de título no UFC

Glover Teixeira (esq) em luta contra Anthony Smith no UFC -  Cooper Neill/Zuffa LLC via Getty Images
Glover Teixeira (esq) em luta contra Anthony Smith no UFC Imagem: Cooper Neill/Zuffa LLC via Getty Images

Carlos Antunes, no Rio de Janeiro (RJ)

Ag. Fight

10/05/2021 06h30

Aos 41 anos, Glover Teixeira vai ter novamente a chance de ser campeão do Ultimate. O brasileiro vai encarar Jan Blachowicz, pelo cinturão dos meio-pesados (93 kg) da liga, em duelo que acontece no dia 4 de setembro, ainda sem local definido. Por ser um veterano no esporte, sempre existe a possibilidade da próxima luta ser a última da carreira do mineiro, principalmente se o título. Por isso, o atleta fez questão de tranquilizar os fãs.

Na história dos esportes, muitos competidores aproveitam um grande momento, com uma conquista de título ou após um torneio marcante para anunciar uma despedida em grande estilo. Glover Teixeira tem essa oportunidade pela frente, mas possui uma outra linha de pensamento. Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight (clique aqui), o meio-pesado adiantou seus planos e ainda mostrou fome de luta.

"Estou lutando no extra. Falei que se lutasse até os 40 anos estava bom, então agora é extra e estou curtindo a cada momento, tranquilo, vivendo o simples, minha casa está paga. Enquanto eu estiver me divertindo, é o que eu amo fazer, gosto de treinar, estar lutando contra os melhores do mundo", afirmou o brasileiro antes de completar.

"Não me vejo sendo o melhor do mundo e saindo. Se eu for campeão quero me testar, quero seguir lutando. Posso mudar isso amanhã se você me perguntar isso de novo, mas agora o que eu penso é isso", concluiu o atleta natural de Sobrália (MG).

Caso conquiste o cinturão, Glover Teixeira pode coroar uma história de volta por cima no Ultimate. Em 2014, o brasileiro teve a chance de ser campeão, mas acabou derrotado por Jon Jones. Depois dessa luta, o atleta passou por altos e baixos na liga até engatar a sequência de cinco triunfos que teve início em 2019. Portando, o mineiro já é apontado como uma espécie de modelo a ser seguido por muitos lutadores.

"Vejo a rapaziada nova do UFC me mandando mensagem dizendo que sou uma inspiração, motivação para a galera de lutar com essa idade e enfrentar o tops da categoria. É bom a gente ouvir isso. Fico feliz demais com essas conquistas", revelou.

Glover Teixeira compete no MMA profissional desde 2002 e acumula 32 vitórias e sete derrotas em sua carreira. O brasileiro vem em grande momento no UFC e enfileirou vitórias sobre Anthony Smith, Nikita Kylov, Ion Cutelaba, Karl Roberson e Thiago 'Marreta' em sequência. O mineiro, em 2014, teve a chance de ser campeão da categoria, mas acabou derrotado por Jon Jones, até então campeão, por pontos.

MMA