PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Weidman descarta aposentadoria e quer voltar para "servir como inspiração"

Esposa de Chris Weidman posta foto de lutador após cirurgia - Reprodução/Instagram
Esposa de Chris Weidman posta foto de lutador após cirurgia Imagem: Reprodução/Instagram

Ag. Fight

Ag. Fight

06/05/2021 10h35

Após ter sofrido uma séria fratura na perna em duelo contra Uriah Hall, no UFC 261, e ser obrigado a passar por uma cirurgia delicada, Chris Weidman poderia estar desanimado com sua situação e sem perspectiva para seu futuro dentro do esporte. No entanto, o cenário é outro na cabeça do ex-campeão do peso-médio (84 kg) do Ultimate.

Em entrevista à 'ESPN' americana, Weidman descartou a hipótese de se aposentar do esporte sem antes tentar um retorno ao UFC. O lutador destacou que pretende dar a volta por cima e ser uma espécie de inspiração para que outros atletas que passem pela mesmo problema não desistam de tentar retornar. O peso-médio já recebeu alta do hospital em que foi operado e sua previsão inicial de volta às competições é de 13 meses.

O discurso de Weidman vai na mesma linha ao que Anderson Silva falou sobre ele. O brasileiro, em recente entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight, também demonstrou confiança que seu algoz na divisão retorne ao Ultimate.

"Sei quanto trabalho vai dar, mas sim, é isso que eu quero. Só sei o quanto sou bom e quero poder provar isso. Não tenho mais muitos anos para ser capaz de fazer isso. Meu corpo nunca se sentiu tão bem quanto antes dessa luta. Eu simplesmente não posso acreditar que isso aconteceu. É uma m***. Eu estava muito animado para mostrar ao mundo o quão bom eu sou, mas isso aconteceu. Então, eu só quero uma oportunidade de ir lá e fazer o que sei que sou capaz enquanto ainda posso", disse, emendando.

"Se eu conseguir colocar meu corpo de volta onde planejo, quero ser capaz de demonstrar meus talentos e também inspirar outras pessoas. Voltar disso não vai ser fácil, e é muito mais difícil de se recuperar que eu poderia ter imaginado logo nos primeiros dez dias. Então vai ser uma longa estrada. Não vou conseguir andar por, acho, dois meses, engordar e outras coisas, então estou completamente de cama", concluiu.

Chris Weidman foi campeão do peso-médio do UFC de 2013 a 2015. Neste período, o americano engatou uma sequência de vitórias sobre os brasileiros Anderson Silva (duas vezes), Lyoto Machida e Vitor Belfort, até perder o cinturão para Luke Rockhold. No MMA profissional desde 2009, o lutador possui 15 triunfos e seis reveses.

MMA