PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Após cirurgia, Weidman agradece apoio de Anderson Silva e prevê retorno

Chris Weidman após cirurgia - Reprodução/Instagram
Chris Weidman após cirurgia Imagem: Reprodução/Instagram

Ag. Fight

Ag. Fight

26/04/2021 15h03

Além de lutas eletrizantes, o UFC 261, evento realizado no último sábado (24), também contou com um episódio triste para o MMA mundial. Chris Weidman, ex-campeão dos pesos-médios (84 kg), quebrou a perna direita ao desferir um chute em Uriah Hall e deixou o octógono direto para um hospital. Após realizar a cirurgia, o 'All American' se manifestou pela primeira vez depois da fatalidade.

Através de suas redes sociais (clique aqui ou veja abaixo), Weidman gravou um vídeo direto do hospital para mandar um agradecimento aos fãs pelas mensagens que recebeu nas últimas horas. Além dos torcedores, o lutador também destacou o apoio de Anderson Silva e do adversário Uriah Hall. Vale lembrar que 'Spider' quebrou a perna da mesma forma que o americano em um duelo entre eles em 2013, válido pelo título da categoria.

"Tenho visto muito amor e apoio. Não tenho conseguido ficar muito com meu celular. A dor é muito grande. (...) Sei que Uriah Hall foi superelegante, triste pelo que aconteceu. Fico muito agradecido. Fiquei sabendo que Anderson Silva também disse coisas positivas. É muito brutal, mas vou passar por isso", analisou o atleta, antes de dar detalhes da operação e dar sua previsão de quando poderá lutar novamente.

"Acho que vai demorar oito semanas até que eu consiga andar sem muletas, dirigir e tudo mais. E então, no que diz respeito ao treinamento, eu não sei. (Os médicos) Disseram que entre seis e 12 meses estarei pronto para seguir. (...) A cirurgia foi um sucesso. Colocaram uma haste de titânio na minha tíbia, que vai até o joelho, para deixar endireitado e firme. Minha fíbula também foi quebrada", completou o ex-campeão do Ultimate.

Chris Weidman foi campeão do peso-médio do UFC de 2013 a 2015. Neste período, o americano engatou uma sequência de vitórias sobre os brasileiros Anderson Silva (duas vezes), Lyoto Machida e Vitor Belfort, até perder o cinturão para Luke Rockhold. No MMA profissional desde 2009, o lutador possui 15 triunfos e seis reveses.

MMA