PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Poirier diz que McGregor não fez doação e esquenta o clima para a trilogia

Dustin Poirier (direita) acerta golpe em Conor McGregor (e) durante luta do UFC 257 - Jeff Bottari/Getty Images
Dustin Poirier (direita) acerta golpe em Conor McGregor (e) durante luta do UFC 257 Imagem: Jeff Bottari/Getty Images

Ag. Fight

Ag. Fight

12/04/2021 11h10

Ao que parece, o clima entre Conor McGregor e Dustin Poirier para a realização da trilogia no UFC será hostil. No último fim de semana, a dupla discutiu nas redes sociais e o motivo foi a doação de 500 mil dólares (cerca de R$ dois milhões e oitocentos mil) que o astro irlandês prometeu fazer à instituição 'Good Fight Foundation', de 'The Diamond', após a realização da segunda luta, em janeiro de 2021, em Abu Dhabi (EAU).

Tudo começou quando McGregor fez uma previsão sobre o desfecho da trilogia com Poirier, que ainda não foi oficializada pelo UFC. Confiante, o antigo número um do peso-pena (66 kg) e do peso-leve (70 kg) prometeu nocautear o americano com um chute no quarto round. Ao tomar conhecimento da declaração do irlandês, o ex-campeão interino dos leves surpreendeu a comunidade do MMA e revelou que a doação que o mesmo lhe assegurou fazer nunca foi feita.

Vale lembrar que antes do UFC oficializar a revanche entre os tops do peso-leve, McGregor e Poirier cogitaram realizar uma luta beneficente. Após o segundo duelo ser confirmado pela organização, 'Notorious' informou que faria uma doação à instituição 'Good Fight Foundation', do americano, consolidando assim o clima de respeito e admiração entre as partes. Ao não cumprir o prometido, Poirier expôs McGregor, deixou a diplomacia de lado e garantiu que vai impor uma nova derrota ao rival.

"Essa é uma previsão divertida! Você também previu uma doação para minha fundação, mas você e sua equipe pararam de responder depois da luta em janeiro. Vejo você em breve. 10 de julho pago por completo", escreveu Poirier em sua conta oficial no 'Twitter'.

"Uma doação, não uma dívida. Estamos aguardando os planos para o dinheiro que nunca veio. Faço isso com todas as minhas doações. Saiba onde está indo ponto por ponto. Do contrário, ele vai andando. Como é o caso de muitas dessas fundações, infelizmente. Você escolhendo o McGregor ao cinturão mostra que eu estava certo", respondeu McGregor através da mesma plataforma.

"100% que não é uma dívida. Você ofereceu, nós aceitamos e, como eu disse, sua equipe nunca respondeu nossos e-mails sobre o processo de onde os fundos seriam aplicados! 10 de julho você sentirá o sabor da derrota de novo", concluiu Poirier.

A história entre Conor McGregor e Dustin Poirier começou em 2014, quando atuavam pelo peso-pena do UFC. Na ocasião, os atletas protagonizaram um 'trash talk' pesado, encaradas tensas e 'Notorious' levou a melhor sobre 'The Diamond' ao nocautear em menos de dois minutos. Para a revanche, válida pelo peso-leve, o clima foi amigável e o americano deu o troco no irlandês ao vencer da mesma forma, no segundo round. Agora, a imprensa especializada especula que a trilogia entre os rivais aconteça na edição de número 264, no dia 10 de julho, ainda sem local definido.

MMA