PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Poirier revela maior arrependimento em luta contra Khabib Nurmagomedov

Khabib Nurmagomedov manteve o cinturão ao finalizar Dustin Poirier - Stringer/Anadolu Agency via Getty Images
Khabib Nurmagomedov manteve o cinturão ao finalizar Dustin Poirier Imagem: Stringer/Anadolu Agency via Getty Images

Ag. Fight

Ag. Fight

02/03/2021 16h48

Mais de um ano depois e a derrota para Khabib Nurmagomedov no UFC 242, em disputa válida pelo cinturão do peso-leve (70 kg), ainda atormenta Dustin Poirier. Em participação no podcast 'The Joe Rogan Experience, o próprio americano, um dos poucos atletas a colocar em risco a invencibilidade do campeão, admitiu que ainda é assombrado por um momento específico do duelo contra o russo.

O momento ao qual o peso-leve se refere aconteceu no terceiro round, quando Poirier encaixou uma guilhotina no rival após uma tentativa de queda e, por pouco, não finalizou Nurmagomedov. Ainda de acordo com o americano, seu maior arrependimento em relação à essa situação foi não ter acompanhado o movimento de defesa do russo e tentado um novo estrangulamento que o obrigasse a ceder a vitória para o desafiante.

Vale lembrar que poucos instantes após defender com sucesso a tentativa de finalização por parte de Poirier, Khabib pegou as costas do rival e aplicou um mata-leão, obrigando o americano a desistir do combate.

"Eu apenas sei quão perto estava. Um jogo de polegadas, e eu sei o quão perto estava. O que me assombra mais do que não puxar para a guarda fechada foi não ter trocado para o (estrangulamento) D'Arce ou anaconda quando ele rolou para o lado", lamentou Poirier.

Após a derrota para Khabib, em outubro de 2019, Dustin Poirier se recuperou com duas grandes apresentações. Em junho do ano passado, o lutador superou por pontos o neozelandês Dan Hooker, após cinco intensos rounds. Já em janeiro deste ano, o americano, apelidado de 'Diamond', nocauteou o irlandês Conor McGregor, ex-campeão peso-pena (66 kg) e peso-leve do Ultimate, na luta principal do UFC 257, realizado na 'Ilha da Luta', em Abu Dhabi (EAU).

MMA