PUBLICIDADE
Topo

Esporte

De volta às vitórias, Gastelum cogita ser reserva de lutas entre tops dos médios

Ag. Fight

Ag. Fight

02/03/2021 07h30

Kelvin Gastelum está renovado. No UFC 258, evento realizado em fevereiro, em Las Vegas (EUA), o americano venceu Ian Heinisch e, consequentemente, encerrou a sequência de três derrotas. O resultado deu confiança ao atleta, que já expressou a vontade de voltar a atuar o quanto antes.

Em entrevista ao site 'MMA Fighting', Gastelum informou que aceita a posição de reserva imediato para lutas que envolvam grandes nomes do peso-médio (84 kg). O americano apontou que o duelo entre Robert Whittaker e Paulo 'Borrachinha', que acontece no dia 17 de abril, é sua prioridade. Vale lembrar que a categoria apresenta outros embates importantes, como Darren Till vs Marvin Vettori e Derek Brunson vs Kevin Holland. Animado com o atual momento da divisão, Gastelum planeja aproveitar o cenário para iniciar uma sequência de vitórias e voltar a ocupar as primeiras posições no ranking.

"Eu não tenho ninguém em mente, mas estou disposto a lutar com qualquer um. Vocês sabem que eu não recuso um desafio. Quanto maior o desafio, mais animado fico. Foi por isso que disse que seria o substituto, caso algo acontecesse com Whittaker ou Paulo. Esses caras estão no radar. Só quero continuar subindo no ranking para conseguir as melhores lutas. Quero trabalhar. No ano passado, lutei apenas uma vez, então quero ficar ativo", declarou Gastelum, antes de completar.

"No início, fui muito exigente quanto a querer enfrentar os top-5, mas alguns meses se passaram e eu consegui uma luta. Agora, não me importo com quem eu luto. Só quero me manter ativo. A categoria dos médios está pegando fogo agora. Muitos desses lutadores poderiam ser campeões. Não há ninguém melhor do que o outro", concluiu.

Kelvin Gastelum, de 29 anos, alcançou destaque tanto nos meio-médios (77 kg), quanto no peso-médio do UFC. Na atual categoria, o americano viveu seu melhor momento na carreira, em 2019, quando lutou pelo cinturão interino e foi derrotado após uma batalha contra Israel Adesanya. O duro revés mexeu com o atleta que, na sequência, perdeu outras duas lutas para tops da divisão. Vivendo situação delicada na companhia, Gastelum recuou, aceitou encarar Ian Heinisch, que estava na parte de baixo da tabela de classificação, e venceu.

Esporte