PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Dustin Poirier promete busca por batalha longa contra Conor: "Consigo sofrer mais"

Ag. Fight

Ag. Fight

18/01/2021 13h58

No próximo sábado (23), Dustin Poirier terá a chance de vingar uma derrota sofrida em 2014, compartilhar novamente o octógono com Conor McGregor, pela luta principal do UFC 257, na 'Ilha da Luta', em Abu Dhabi (EAU). Se no primeiro encontro, o americano acabou surpreendido pelo irlandês ainda no primeiro assalto, desta vez o atleta da 'American Top Team' não esconde que sua ideia é prolongar o combate e, assim, apostar na queda de rendimento do rival com o decorrer dos 25 minutos regulamentares.

Em entrevista ao site 'MMA Junkie', Poirier se mostrou consciente do poder de fogo do ex-campeão peso-pena (66 kg) e peso-leve (70 kg) do UFC logo nos primeiros momentos de suas batalhas. No entanto, na visão do americano, este ímpeto sofre uma queda com o passar do tempo. Apostando nessa observação e no poder de resiliência, 'The Diamond', como é conhecido, pretende estender o duelo até os rounds finais para que possa provar que é o melhor lutador entre os dois.

"Quando nós estamos secos no início, ele ainda tem todo o ímpeto no caminhar dele. Ele é muito perigoso. Felizmente é uma luta de 25 minutos, e eu sinto como se eu tivesse amadurecido e evoluído minhas habilidades o suficiente para estar nos momentos certos e pegar as chances certas e não me colocar em perigo logo no começo. Eu sinto que o lutador melhor vence em lutas longas. Qualquer um pode machucar no começo ou finalizar no início de uma luta. Quanto mais a luta floresce e se desenrola, o melhor lutador normalmente cresce e eu só quero mostrar que sou o lutador melhor", analisou Poirier, antes de continuar.

"Aqueles rounds finais, eu parto para cima. Tenho certeza que Conor faz ajustes. Ele tem diminuído o ritmo nos rounds finais, mas eu acho que quanto mais longa essa luta for, melhor ela se desenrola para mim. Claro, eu adoraria entrar lá e acabar com isso cedo e não tomar danos desnecessários. Mas eu acho que em uma luta que dependa de vontade e querer, e uma posição onde nós temos que cavar fundo e sofrer, eu acho que consigo sofrer mais", apostou.

Ex-campeão interino dos leves, Dustin Poirier ocupa atualmente a segunda posição no ranking da categoria e busca, com uma vitória sobre McGregor, a oportunidade de disputar novamente o cinturão linear da divisão. O americano vem de vitória sobre Dan Hooker, por pontos, em confronto realizado em junho do ano passado, em Las Vegas (EUA).

Esporte