PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Ex-campeão minimiza 'hype' sobre Deiveson Figueiredo: Tempo dirá se é real

19.jul.2020 - Deiveson Figueiredo comemora vitória sobre Joseph Benavidez em disputa pelo título do peso-mosca do UFC - Jeff Bottari/Zuffa LLC via USA TODAY Sports
19.jul.2020 - Deiveson Figueiredo comemora vitória sobre Joseph Benavidez em disputa pelo título do peso-mosca do UFC Imagem: Jeff Bottari/Zuffa LLC via USA TODAY Sports

Ag. Fight

12/12/2020 11h00

Atual campeão peso-mosca (57 kg) do Ultimate, Deiveson Figueiredo tem chamado a atenção tanto pela eficácia de suas habilidades, comprovada pelos resultados positivos, quanto pelo estilo arrojado demonstrado dentro e fora dos octógonos.

Com duelo marcado contra o mexicano Brandon Moreno para este sábado (12), pela luta principal do UFC 256, o brasileiro pode dar mais um passo rumo ao, aparentemente inevitável, estrelato.

Entretanto, uma importante figura da história recente do MMA ainda não parece convencida do status conquistado pelo paraense. Campeão inaugural da divisão dos moscas no UFC e responsável por 11 defesas de título bem-sucedidas, recorde histórico da franquia, Demetrious Johnson ressaltou que gostaria de ver Deiveson encarar oponentes mais qualificados, e com habilidades que possam causar problemas para o brasileiro, antes de ceder ao alarde midiático em cima do 'Deus da Guerra'.

"Só o tempo dirá se o hype é real. Se eu acho que ele é um bom atleta? 1000%. Mas eu preciso vê-lo enfrentar estilos mais diferentes e atletas diferentes, caras de calibre diferente. Depois é aí que ele vai fazer jus ao hype. Um cara como Jon Jones, ele bateu todo mundo, até mesmo com cocaína e testando positivo. Ele ainda vence você", disse 'Mighty Mouse', em entrevista ao site 'MMA Junkie'.

Em julho deste ano, Figueiredo conquistou o cinturão dos moscas, ao atropelar o então número um da divisão, Joseph Benavidez. Quatro meses depois, o brasileiro precisou de pouco menos de dois minutos para finalizar Alex Perez e defender com sucesso seu título, o qual colocará em jogo novamente neste sábado, diante de Brandon Moreno.

Ainda que Deiveson saia mais uma vez vitorioso, o ex-campeão do UFC —atualmente membro do plantel do ONE Championship— sugere que apenas um oponente de renome, como Henry Cejudo, pode confirmar o posto de estrela pleiteado pelo paraense.

"Eu gostaria de vê-lo lutar com Henry Cejudo ou algum casca-grossa, e que seja capaz de vencer. Alex Perez foi pego naquele estrangulamento e ele apenas se levantou. Ele deveria ter brigado com as mãos, feito as coisas certas para sair dali. Isso é a única coisa: somente o tempo dirá (se Deiveson é uma estrela). Quando eu lutei com Joseph Benavidez pela primeira vez, eu o venci. Depois nós lutamos pela segunda vez e eu o nocauteei", concluiu, relembrando seus feitos quando reinava na divisão dos moscas do UFC.

No MMA profissional desde 2012, Deiveson Figueiredo soma 20 vitórias e apenas uma derrota em seu cartel. O 'Deus da Guerra' sobe no octógono neste sábado para fazer história, defendendo seu título apenas 21 dias após sua última batalha, um recorde da franquia.

MMA