PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Taila Santos promete mostrar evolução em duelo contra De La Rosa no UFC

Ag. Fight

Ag. Fight

05/12/2020 07h00

Após conseguir um contrato com o UFC em 2018 através do 'Contender Series', programa que revela novos talentos para a franquia, Taila Santos lidou com uma derrota logo em sua estreia na liga, em 2019. Em sua segunda atuação, em julho deste ano, a brasileira, pressionada para mostrar o jogo que encantou Dana White, presidente do Ultimate, triunfou sobre Molly McCann. Agora, mais leve e sem o peso nos ombros, a peso-mosca (57 kg) promete vir ainda melhor.

Neste sábado (5), Taila Santos retorna a octógono para encarar Montana De La Rosa, pelo UFC Las Vegas 16. Inicialmente, a brasileira enfrentaria Maryna Moroz, mas esta saiu do combate e deu lugar a americana. Apesar da mudança, a lutadora, em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight, afirmou que não viu problemas uma vez que não precisou fazer muitas adaptações em seu camp.

"Estou bem mais tranquila depois da minha última vitória, tirei um peso das costas. A De La Rosa é uma menina muito boa. Apesar da mudança de rival deu tudo certo no final com meus treinamentos. O bom é que não mudou muita coisa (com a alteração de adversária) porque o jogo das duas é bem parecido. Então foi só continuar o treinamento e isso ajudou bastante, senão seria complicado", disse a pupila de Marcelo 'Brigadeiro'.

Mais tranquila por vir de vitória, Taila adiantou que o público pode ver uma versão sua ainda melhor neste combate, pois vai poder soltar seu jogo sem pressão. No entanto, ao citar sua maneira de atuar, a brasileira apostou que esse duelo deve ser de estilos. Dos 16 triunfos que possui na carreira, a catarinense conquistou dez por nocaute. Já De La Rosa, que soma 11 resultados positivos no MMA, obteve oito por finalização.

"Todas as lutas que assisti dela, ela quer agarrar, procura o jogo grudado. Mas como temos estilos diferentes, vou tentar usar o contrario. Estou preparada para tudo. Só sei que vou estar muito melhor, mais leve e a cada luta eu pretendo colocar uma nova Taila em ação, mais agressiva, mais solta. Melhor em tudo. Sempre uma evolução", explicou.

Apesar de ressaltar estar mais leve para seu próximo embate, Taila Santos tem consciência do que uma vitória pode mudar o andamento de sua carreira no UFC. Atualmente, Montana De La Rosa é a número 15 do ranking da categoria, por isso, em caso de uma vitória, a brasileira já pode entrar na classificação oficial.

"Não estou me preocupando com isso no momento. Estou chegando aos poucos e vou fazendo meu nome dentro do UFC. Mas como ela ranqueada, isso poderia acontecer, por ela estar no top 15 da categoria. Seria bom, mas se não acontecer agora, não tem problema, porque vou continuar trabalhando e minha hora vai chegar", afirmou.

No MMA profissional desde 2013, Taila Santos tem um cartel de 16 vitórias e uma derrota, esta justamente em sua estreia no UFC, diante de Mara Romero Borella. Em sua última apresentação, em julho deste ano, a lutadora derrotou Molly McCann por decisão unânime dos jurados, em evento realizado em Abu Dhabi (EAU).

Esporte