PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Khabib frustra fãs e afasta interesse em revanches contra Conor e Poirier

Ag. Fight

Ag. Fight

02/12/2020 16h49

O UFC e Dana White foram, novamente, golpeados por Khabib Nurmagomedov. O russo, que anunciou sua aposentadoria do esporte logo após finalizar Justin Gaethje, no segundo round, em combate válido pela edição de número 254, ainda era visto com chances de voltar a lutar e o presidente do UFC apostava nisso. No entanto, na coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira (2), em Moscou, para promover o EFC (Eagle Fighting Championships), sua organização de MMA, Khabib negou que subirá no octógono outra vez.

Ao saber que Conor McGregor e Dustin Poirier são apontados como as principais opções para seu retorno ao octógono, o invicto russo afirmou que não tem intenção de enfrentá-los, porque já os derrotou. Khabib foi claro e sugeriu que só vai repensar sua decisão, caso Dana lhe ofereça uma proposta acima do normal em termos financeiros.

"Há muitas dúvidas sobre se vou voltar a competir ou não. No entanto, não tenho esses planos. Primeiro, Dana, provavelmente, vai oferecer dinheiro. Será difícil para ele me surpreender com qualquer adversário. Eu finalizei os dois. Por que eu deveria fazer isso? Sim, apenas dinheiro. Não há interesse no esporte. Finalizei os dois, ambos foram campeões e se renderam a mim. Como diz nosso provérbio: um cavalo não corre até que o burro ganhe. Os burros nem participam de competições com cavalos. Não tenho interesse em lutar contra esses oponentes. Imagine que o UFC ofereceu a você 100 milhões de dólares, isso seria um problema, mas não há interesse esportivo nisso", ressaltou Khabib.

Khabib Nurmagomedov, de 32 anos, se aposentou do MMA de forma invicta, com 29 vitórias. O ex-campeão do peso-leve (70 kg) do UFC enfrentou Conor McGregor, em 2018, Dustin Poirier, em 2019, e finalizou ambos. Vale lembrar que o sonho de seu pai, Abdulmanap, era que o filho encerrasse a carreira com 30 vitórias, sendo o último combate contra Georges St-Pierre. Dana White já se colocou à disposição para realizar a superluta, mas, para isso acontecer, Khabib precisa ser convencido a voltar a atuar.

Esporte