PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Vale nocaute? Mike Tyson retorna ao boxe aos 54 anos para luta de exibição nos EUA

Ag. Fight

Ag. Fight

28/11/2020 06h00

Após 15 anos afastados dos ringues, Mike Tyson retorna ao boxe neste sábado (28), em um duelo de exibição diante do veterano Roy Jones Jr, em Los Angeles (EUA). Apesar da grande expectativa em cima do confronto, as regras adotadas impedem a coroação de um vencedor, uma vez que por se tratar de uma exibição, não haverá a contagem oficial de pontos -embora ambos recebam um cinturão comemorativo após a luta. O esperado é que a disputa seja como um leve treinamento de sparring, sem que ambos busquem o nocaute. No entanto, os ex-campeões já demonstraram insatisfação com as medidas adotadas e garantiram que estão treinando pesado e que irão lutar para valer.

Aos 54 anos e no boxe profissional desde os 18, Mike Tyson acumulou um extenso currículo de conquistas na modalidade. Com apenas 20 anos, o americano tornou-se o mais jovem campeão mundial dos pesos-pesados e construiu um cartel impressionante ao longo da carreira, somando 50 vitórias, sendo 44 delas por nocaute, duas derrotas e dois 'No Contest' (luta sem resultado). Em sua última apresentação, em junho de 2005, 'Iron Mike' foi derrotado por Kevin McBride por nocaute técnico, em duelo que marcou a sua despedida dos ringues - até agora.

Por sua vez, Roy Jones é três anos mais novo, mas acumula mais confrontos em sua carreira, com 66 vitórias, sendo 47 por nocaute, e nove reveses nos ringues profissionais. Assim como o adversário, o veterano também é detentor de diversas conquistas, com títulos mundiais em cinco diferentes divisões de peso e a conquista da medalha de prata nos Jogos Olímpicos de 1988. Sua última apresentação foi mais recente do que a de Tyson, quando saiu vitorioso sobre Scott Sigmon, em agosto de 2018, por decisão unânime dos jurados.

Além das questões envolvendo a pontuação e de não existir um vencedor oficial ao final do combate, outras regras especiais serão aplicadas no confronto. A luta será disputada em oito rounds de apenas dois minutos cada, ao invés dos tradicionais 12 rounds com duração de três minutos. Visando maior segurança devido à idade avançada dos lutadores, ambos usarão luvas maiores, de 12 onças, mas não serão obrigado a usar capacete de proteção - como era especulado nas últimas semanas. No entanto, caso algum deles sofra um corte profundo, o duelo será interrompido na hora. Tanto Tyson quanto Roy Jones Jr. passaram por exames médicos e também de antidoping para estarem liberados para a exibição.

Esporte