PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Roy Jones Jr mira retorno definitivo aos ringues e cogita duelo com Anderson Silva

Ag. Fight

Ag. Fight

28/11/2020 12h23

O veterano do boxe Roy Jones Jr. dará uma pausa em sua aposentadoria neste sábado (28), quando encara Mike Tyson em duelo de exibição em Los Angeles (EUA). Apesar do show possuir regras para evitar o nocaute, o veterano parece ter se dedicado verdadeiramente aos treinos e demonstra estar em plena forma física, o que levantou rumores sobre um retorno definitivo aos ringues. O pugilista de 51 anos não descartou essa possibilidade e inclusive revelou o nome do próximo adversário que gostaria de enfrentar: o brasileiro Anderson Silva.

Em declarações públicas nos últimos anos, ambos já demonstraram sentir grande admiração um pelo outro e revelaram que nutriam o desejo de se enfrentar um dia. No entanto, o contrato do brasileiro com o UFC não permitia que o confronto fosse materializado. Agora, com 'Spider' livre de vínculos com a organização e o americano retornando da aposentadoria, a luta finalmente pode sair do papel. Em entrevista coletiva do evento, Roy Jones Jr. afirmou que caso tudo dê certo no duelo contra Mike Tyson, seus planos para o futuro envolvem a lenda do MMA.

"Se tudo se sair bem hoje à noite, eu estou quase certo de que isso será a próxima coisa que faremos. Ele está querendo isso, eu estou querendo isso. Então com certeza vai ter muitas vantagens", revelou o americano.

A fala do atleta confirma uma declaração dada recentemente por Tom Yakello, seu treinador. Durante 29 anos no boxe profissional, Roy Jones Jr. acumulou uma carreira invejável, com 66 vitórias em 75 duelos, além de ter se sagrado campeão mundial em cinco categorias de peso diferentes. No entanto, de acordo com o técnico, tais conquistas não impedem o americano de querer acertar as contas com os poucos rivais que um dia conseguiram vencê-lo - ou com aqueles com quem ele nunca lutou.

"Sei que tem alguns caras com quem Roy quer acertar as contas, se eles estiverem dispostos. Temos (Antonio) Tarver e (Bernard) Hopkins. Mas acho que ele não voltaria só para lutar, ele não viria contra qualquer um. Teria que ser contra um dos caras que ele realmente quer enfrentar, pelo título do peso-cruzador, ou algo parecido. Anderson Silva, esse é outro nome que eu também vejo algo assim", destacou Tom Yankello em entrevista ao jornal 'The Sun'.

Vale lembrar que Roy Jones já enfrentou Antonio Tarver por três vezes na história e, apesar de ter saído vitorioso na primeira ocasião, em 2003, não conseguiu repetir o resultado em 2004 e 2005. Da mesma forma, o americano venceu Bernard Hopkins em 1993, em disputa válida pelo cinturão vago da categoria peso-médio (73 kg) da Federação Internacional de Boxe (IFB), mas foi derrotado quando subiram novamente no ringue, 17 anos depois.

Esporte