PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Chandler afirma que questão financeira não foi prioridade para contrato com o UFC

Ag. Fight

Ag. Fight

27/11/2020 07h00

Contratado para ser uma das grandes estrelas do UFC, Michael Chandler ainda segue sem data e nem adversário para fazer sua estreia na organização. Mas enquanto não tem uma previsão de quando vai pisar pela primeira vez no octógono mais famoso do mundo, o americano apontou o grande motivo de ter assinado contrato com a franquia. E engana-se quem pensa que o lado financeiro pesou a favor.

Em entrevista ao podcast 'Food Truck Diaries', do ex-lutador do UFC Brendan Schaub, o ex-detentor do cinturão do peso-leve (70 kg) do Bellator afirmou que recebeu propostas financeiras melhores que a do UFC. No entanto, o desafio de se testar contra os melhores lutadores do mundo o teria motivado a aceitar a oferta da liga presidida por Dana White.

"Eu queria lutar no UFC, mas, como agente livre, a decisão mais inteligente é analisar todas as propostas. Todas foram muito boas. Conversei com o UFC, Bellator, PFL, ONE e isso foi muito legal. Depois que entrei no escritório do UFC, 72 horas depois fechamos o negócio", disse, emendando.

"A oferta do UFC não foi a maior, mas o que pesou foi o lado da competição. Já tomei decisões visando o lado financeiro muitas vezes, e por muito tempo funcionou no Bellator. Alguns lutadores buscam dinheiro, outros a competição, mas o melhor é um meio termo entre essas opções. Para mim, o UFC fez a oferta certa, na hora certa. A categoria dos leves é uma das mais emocionantes do UFC", completou.

Após se destacar no Bellator, onde se sagrou campeão do peso-leve por três vezes, Michael Chandler optou por deixar a organização e assinar com o UFC em setembro deste ano. Depois de ser reserva na disputa entre Khabib Nurmagomedov e Justin Gaethje, realizada no último dia 24 de outubro, no UFC 254, realizado em Abu Dhabi (EAU), o lutador segue sem ter sua estreia dentro do octógono agendada pelo Ultimate.

Esporte