PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Khabib reitera sentimento de "missão cumprida" para justificar aposentadoria

Ag. Fight

Ag. Fight

29/10/2020 12h19

Ao que tudo indica, Khabib Nurmagomedov está realmente convicto de que pendurou as luvas no momento certo. No retorno ao seu país natal, o russo, que anunciou sua aposentadoria após finalizar Justin Gaethje no UFC 254, no último sábado (24), defendeu sua decisão de deixar o esporte no auge da carreira.

Apesar do consenso dentro da comunidade das lutas de que ele ainda teria muito a fazer no MMA, justamente por estar no auge esportivo, Khabib se mostrou satisfeito com suas conquistas, a ponto de pendurar as luvas sem arrependimentos. Aparentemente, a chegada do campeão peso-leve (70 kg) ao lugar mais alto do pódio no ranking peso-por-peso do Ultimate, único objetivo que ainda faltava na carreira do russo, tratou de fechar as portas definitivamente para uma possível volta.

"Todo mundo reage de forma diferente. Claro que Dana (White) quer que eu continue a lutar e gerar receita. Eu posso ganhar dinheiro sozinho. Eu estou no auge da minha carreira, mas eu tomei essa decisão e eu acho que esse é o melhor momento para eu fazer isso", declarou Khabib, antes de continuar.

"Nem todo mundo pode se aposentar no auge, mas eu sei que em um, dois ou cinco anos, eu teria que encarar essa decisão novamente. Eu fiz o suficiente no esporte para ser considerado o melhor. Hoje (terça-feira) eu fui ranqueado como lutador nº 1 peso-por-peso, então a missão está cumprida. O que mais posso fazer? Ganhar dinheiro? Eu sempre vou ser capaz de fazer isso", concluiu, de acordo com a tradução do site 'RT Sports'.

Citando a morte do pai como o principal fator em sua decisão, Khabib anunciou, logo após finalizar Justin Gaethje na luta principal do UFC 254, sua aposentadoria. O russo deixa o esporte como campeão indiscutível dos pesos-leves e com o irretocável cartel de 29 vitórias e nenhuma derrota.

Esporte