PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Anderson Silva elege as três lutas mais marcantes de sua carreira

Diego Ribas e Neri Fung

Ag. Fight

28/10/2020 15h24

No próximo sábado (31), Anderson Silva sobe mais uma vez no octógono mais famoso do planeta, desta vez para encarar Uriah Hall, na luta principal do UFC Las Vegas 12, no que pode ser a última apresentação de sua carreira. Apesar de nos últimos dias o 'Spider' ter deixado em aberto a possibilidade de continuar na ativa, ainda que em outra organização, o clima de despedida já toma conta do mundo do MMA.

Durante o 'media day virtual' especialmente dedicado à imprensa brasileira nesta quarta-feira, o ex-campeão peso-médio (84 kg) do Ultimate não pôde fugir dos questionamentos sobre os combates mais marcantes e importantes de sua carreira. Como resposta, Anderson elegeu três disputas de título de enorme relevância em sua trajetória, cada uma em um período diferente, mas com o mesmo resultado final: vitória do 'Spider'.

A primeira defesa de título contra Chael Sonnen, disputada em agosto de 2010, foi escolhida por Anderson como a luta mais marcante para o público brasileiro, em sua visão. Diante do falastrão americano, o 'Spider' esteve atrás do placar durante todo o confronto até conseguir aplicar um triângulo, em conjunto com uma chave de braço, que lhe garantiu a vitória restando pouco menos de dois minutos para o fim do quinto e último round.

"São tantas lutas, né? Tantas lutas incríveis que eu acho que as pessoas gostam bastante. Mas acredito que a primeira luta com o (Chael) Sonnen (seja a mais marcante para o público brasileiro)", apontou o veterano.

Já no que diz respeito às lutas que mais impactaram a ele próprio em sua trajetória, o ex-campeão fez questão de citar duas, uma antes de entrar para o UFC e outra na qual já fazia parte do plantel estrelado da principal organização de MMA do planeta. Da era pré-Ultimate, Anderson elegeu a vitória por pontos sobre Hayato Sakurai, em agosto de 2001, que encerrou a invencibilidade na carreira do japonês e garantiu ao curitibano seu primeiro cinturão na carreira: a cinta do peso-médio do Shooto.

Pelo UFC, Anderson admitiu que guarda com carinho a lembrança de sua primeira vitória sobre Rich Franklin, em outubro de 2006, conquistada através de um nocaute fulminante após uma sequência de joelhadas, socos e chutes que deixou o então campeão peso-médio do Ultimate sem saber o que fazer. O triunfo foi o responsável por consagrar o 'Spider' como o novo soberano da divisão até 84 kg da principal liga do mundo, posto que só foi perder em 2013.

"Cara, são tantas lutas que todas foram importantes em seu determinado momento. Mas a que mais me marcou mesmo, de verdade, foi o meu primeiro titulo, com o Hayato Sakurai, no Japão. Foi a que mais marcou a minha vida e carreira. Primeira vez que eu representava o meu país fora, ganhando o primeiro cinturão", relembrou Anderson, antes de eleger seu momento mais marcante na passagem pelo UFC.

"Posso dizer que a primeira luta com o Rich Franklin foi muito especial para mim (no UFC)", concluiu.

Pelo main event do UFC Las Vegas 12, que será realizado neste sábado, Anderson Silva encara Uriah Hall, em disputa que tem sido promovida pela organização como a última da carreira do brasileiro. Apesar de admitir essa possibilidade, o ex-campeão ainda não cravou sua aposentadoria após o compromisso e deixou em aberto a chance de continuar na ativa, seja no Ultimate, ou em outra entidade.

MMA