PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Cormier revela como Khabib planejou vitória sem machucar oponente na frente dos pais

Ag. Fight

Ag. Fight

27/10/2020 15h56

Diante do que poderia ser o ponto mais alto de sua carreira até o momento, Justin Gaethje decidiu levar seus pais para a 'Ilha da Luta', em Abu Dhabi (EAU), para que ambos pudessem acompanhar de perto a disputa pelo cinturão peso-leve (70 kg) contra Khabib Nurmagomedov, no main event do UFC 254, realizado no último sábado (24). Este fato parece ter sido fundamental para determinar a forma como o americano acabou derrotado pelo russo, finalizado através de um triângulo aplicado pelo campeão no segundo dos cinco rounds previstos para o duelo.

Pelo menos é o que alega o ex-campeão peso-pesado e meio-pesado do UFC, Daniel Cormier, amigo pessoal e companheiro de equipe de Nurmagomedov. Durante o programa 'DC and Helwani', da 'ESPN' americana, o ex-lutador e atual comentarista revelou que, em conversa particular com o russo, Khabib lhe confidenciou que a escolha pelo triângulo ao tomar a posição dominante na montada sobre Gaethje, ao invés de utilizar seu tradicional 'ground and pound', ou tentar uma chave de braço, não foi por acaso.

De acordo com Cormier, o russo levou em consideração uma declaração do rival durante a semana pré-luta, onde o americano garantia que não daria bateria, sinalizando sua desistência, caso estivesse sendo finalizado na disputa, para optar por uma técnica que não oferecesse o risco de Gaethje se machucar seriamente, especialmente pela presença de seus pais no local. Ao mesmo tempo, Khabib ainda teria arrumado uma forma de homenagear o próprio pai, falecido recentemente, e que, segundo o relato de 'DC', teria no triângulo sua finalização favorita.

"Eu falei com Khabib ontem e nós estávamos conversando sobre isso, e eu quero ter certeza que vou dizer isso da forma correta. Ele me disse que quando ele estava assistindo as entrevistas durante a semana, ele viu Justin dizer que nunca daria os três tapinhas. Justin nunca desistiria. Então, quando ele estava indo para a finalização - é a finalização preferida do pai dele, chegar na montada, ir para a chave de braço, ir para o triângulo. Ele disse que era a finalização favorita do pai dele, então quando ele chegou lá, ele ia aplicar uma chave de braço, mas ele ouviu Justin dizer a semana toda que nunca bateria, e ele não queria machucá-lo na frente dos pais dele, então ele foi para o triângulo e o colocou para dormir", relatou Cormier, antes de continuar.

"Ele realmente me disse isso. Ele disse: 'Eu não queria machucá-lo na frente dos pais dele, então eu pensei, vou colocá-lo em um triângulo. E se ele dormir, ele dormiu, (depois) você acorda, você está bem'. Isso é exatamente o que ele me disse. Isso é loucura, certo? Ele não queria machucar o Justin na frente dos pais dele. Estar confortável o suficiente para pensar sobre isso no momento, isso é loucura. Ele não queria quebrar o braço dele porque se Justin não iria bater, você teria que quebrá-lo. E ele não queria fazer isso com Justin na frente da mãe e do pai dele. Então, se eu colocá-lo para dormir, ele vai acordar e tudo vai estar bem", concluiu 'DC'.

No último sábado, Khabib Nurmagomedov finalizou Justin Gaethje na atração principal do UFC 254, realizado na 'Ilha da Luta', em Abu Dhabi (EAU), e defendeu com sucesso o cinturão peso-leve da organização pela terceira vez. Ao final do combate, o russo anunciou sua aposentadoria alegando que não poderia continuar sua carreira sem a presença e o auxílio do pai, morto há alguns meses. O campeão indiscutível da divisão até 70 kg do Ultimate deixa o esporte com um cartel de 29 vitórias e nenhuma derrota.

Esporte