PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Surpreso, St-Pierre parabeniza Khabib após aposentadoria: "Deixou um legado incrível"

Ag. Fight

Ag. Fight

25/10/2020 11h38

Ao colocar as luvas no centro do octógono e anunciar sua aposentadoria, logo após derrotar Justin Gaethje na luta principal do UFC 254, no sábado (24), Khabib Nurmagomedov pegou de surpresa grande parte da comunidade das lutas, inclusive Georges St-Pierre. Em entrevista à 'ESPN' americana, o canadense, que tinha seu nome especulado como possível próximo adversário do russo, admitiu a surpresa pela repentina decisão do campeão peso-leve (70 kg) e aproveitou para parabenizá-lo pelo legado deixado no esporte.

O ex-campeão peso-meio-médio (77 kg) e peso-médio (84 kg) do UFC ainda relembrou que várias pessoas próximas a Khabib diziam que ele pretendia pendurar as luvas com o histórico de 30 vitórias e nenhuma derrota - um triunfo a mais do que seu cartel atual -, o que levava 'GSP' a crer que o russo faria, pelo menos, mais uma apresentação.

"Eu fiquei surpreso (com o anúncio da aposentadoria de Khabib). Eu não esperava por isso, de jeito nenhum. Eu pensei que ele queria, e todas as pessoas na mídia falaram, que ele queria fazer 30-0. Essa é a escolha dele. Que grande maneira de encerrar uma carreira. Ele deixou um legado incrível. Um dos melhores a ter feito isso - talvez o melhor que já fez isso (na história)", declarou St-Pierre, antes de mandar um recado para o russo.

"Khabib, siga seu coração. Siga o que te faz feliz e o que faz as pessoas que te amam felizes. Sem pressão. Tome a decisão certa na hora certa, e as possibilidades para você são ilimitadas. Você pode fazer o que você quiser. Parabéns. Que carreira fantástica! Cara, você teve uma luta perfeita e uma carreira perfeita", congratulou o canadense.

Sem lutar desde 2017, St-Pierre se aposentou oficialmente em fevereiro de 2019. No entanto, o ex-campeão sempre deixou as portas abertas para um possível retorno caso o UFC lhe oferecesse uma superluta contra Nurmagomedov, com quem sempre demonstrou interesse de medir forças dentro do octógono. Apesar de a aposentadoria de Khabib ter encerrado de vez a possibilidade deste duelo acontecer, 'GSP' se mostrou satisfeito pelo russo ter tomado a decisão que foi melhor para ele e sua família.

"Não aconteceu (o duelo contra Khabib). Eu estou bem onde estou. Khabib é invencível agora. Ele está invicto. Foi uma carreira perfeita. Não há nada que possamos dizer de ruim sobre ele. É uma carreira perfeita, 29-0, e você se aposenta no topo, com a melhor performance da sua carreira. O que mais você pode querer? Foi incrível. Foi uma luta perfeita em uma carreira perfeita - o mais próximo disso", comentou Georges, antes de completar.

"Eu sempre vejo um atleta fazendo lutas a mais (do que deveria). Isso é uma coisa que eu realmente não desejo para ninguém. Khabib tomou uma decisão incrível (em se aposentar). Como tudo na vida, tudo tem um começo e tem um final. A vida de um atleta profissional, até mesmo um atleta de elite, tem uma janela. Se você luta após passar essa janela, é aí que os problemas chegam e aparecem", concluiu.

No sábado, Khabib Nurmagomedov defendeu seu cinturão peso-leve com sucesso pela terceira vez, ao finalizar Justin Gaethje no segundo round da luta principal do UFC 254, realizado na 'Ilha da Luta', em Abu Dhabi (EAU). Depois da vitória, o russo, sem esconder a emoção, anunciou que não conseguia seguir com sua carreira após a morte de seu pai - principal incentivador da carreira do campeão -, que faleceu há alguns meses, após sofrer com complicações causadas pela COVID-19.

Esporte