PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Cormier vê pessimismo em possível revanche entre Khabib e McGregor

"Nós estamos ganhando dinheiro juntos e eu não sei se Khabib quer fazer negócios com ele", analisou o ex-lutador - Chris Unger/Zuffa LLC
"Nós estamos ganhando dinheiro juntos e eu não sei se Khabib quer fazer negócios com ele", analisou o ex-lutador Imagem: Chris Unger/Zuffa LLC

Ag. Fight

Ag. Fight

20/10/2020 06h00

Mesmo que Khabib Nurmagomedov tenha mais uma defesa de título marcada para o próximo sábado (24), a expectativa sobre uma possível revanche futura contra Conor McGregor segue pautando boa parte das conversas da comunidade do MMA.

Mas, apesar do grande interesse do público, do irlandês e do próprio UFC, um novo encontro dentro do octógono com o desafeto não parece fazer parte dos planos do campeão peso-leve (70 kg), vencedor do primeiro duelo entre eles.

Depois do próprio Khabib afirmar em diversas entrevistas que não possui interesse em enfrentar McGregor novamente, foi a vez de Daniel Cormier, amigo pessoal e companheiro de equipe do russo na 'AKA', jogar um balde de água fria nos que apostavam em um acordo entre as partes.

O ex-campeão meio-pesado e peso-pesado do UFC, que atualmente trabalha como comentarista, admitiu que, após uma conversa recente, passou a duvidar da capacidade do UFC de convencer Khabib a conceder uma revanche para o irlandês.

"Tenho que ser honesto com você. Eu tive uma conversa com Khabib no outro dia, sobre tudo. Eu pensava que não existia chance de ele não querer enfrentar Conor novamente. Pensava que ele definitivamente faria isso. Mas depois de falar com ele, eu estou começando a perceber que ele não quer fazer isso. E eu não sei se eles (UFC) vão ser capazes de fazê-lo (lutar com McGregor novamente). Estou sendo honesto com você, eu estou começando a sentir que ele não quer fazer parte disso", revelou 'DC', antes de completar.

"Isso para mim é assustador. Antes, eu pensava: 'Certo, diga que não vai lutar com ele, mas depois vá bater no cara. Eu acho que você deveria, porque você já venceu, ganhou muito dinheiro. Como um amigo, isso faz sentido'. Mas eu não sei se ele vai fazer isso. Ele só quer focar, obviamente, no Justin Gaethje, essa é a missão à sua frente. Mas eu não sei... É muita coisa e foi muita coisa na última vez, certo? Teve o incidente do ônibus, todas as coisas negativas ditas sobre a família, a religião, foi muita coisa (para lidar). (...) Eu não sei se ele quer fazer negócios com Conor. No final das contas, é um negócio. Nós estamos ganhando dinheiro juntos, e eu não sei se Khabib quer fazer negócios com ele", analisou o ex-lutador, relembrando algumas das polêmicas que cercaram a promoção da primeira luta, onde Khabib se sentiu particularmente insultado por algumas declarações do desafeto, acirrando a rivalidade.

Khabib Nurmagomedov e Conor McGregor se enfrentaram pela primeira vez em outubro de 2018, no UFC 229, em Las Vegas (EUA).

Com uma finalização no quarto assalto, o atleta russo derrotou o ex-campeão peso-pena (66 kg) e peso-leve (70 kg) do UFC, defendendo com sucesso o título da divisão até 70 kg da liga. Desde então, o irlandês tenta conseguir uma revanche, mas esbarra no desinteresse do rival.

Antes de pensar se concederá ou não uma revanche para Conor McGregor no futuro, Khabib Nurmagomedov tem um compromisso neste sábado, na luta principal do UFC 254. O russo coloca seu cinturão linear peso-leve em jogo pela terceira vez, diante do americano Justin Gaethje, campeão interino da categoria.

O confronto será o primeiro disputado por Khabib desde a morte de seu pai, Abdulmanap Nurmagomedov, em julho deste ano, após complicações causadas pelo covid-19.

MMA