PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Adesanya não crê em revanche com Borrachinha: 'Acho que nunca mais o verei'

Israel Adesanya recebe cinturão dos médios após derrotar Paulo Borrachinha com facilidade no UFC 253 - Josh Hedges/Zuffa LLC
Israel Adesanya recebe cinturão dos médios após derrotar Paulo Borrachinha com facilidade no UFC 253 Imagem: Josh Hedges/Zuffa LLC

Ag. Fight

Ag. Fight

15/10/2020 10h57

Depois de nocautear Paulo 'Borrachinha' no UFC 253, há pouco mais de duas semanas, Israel Adesanya montou nas costas do adversário e lhe aplicou uma sarrada, além de ter continuado a lançar inúmeras provocações para o mineiro nas redes sociais. Tais atitudes garantiram a fúria do brasileiro, que adiou seus planos de subir de categoria para tentar uma revanche contra o nigeriano. Contudo, ao que tudo indica, Adesanya não tem interesse em subir no octógono com o rival novamente.

Em entrevista ao site 'MMA Fighting', o campeão dos pesos-médios (84 kg) do UFC deu um conselho ao rival: aceitar a derrota e seguir em frente. Apesar de não descartar completamente a ideia de lutar com 'Borrachinha' novamente - embora ache difícil de acontecer -, o nigeriano afirmou que nada vai apagar a luta que eles já tiveram e a humilhação que ele causou ao adversário na ocasião.

"Acho que nunca mais o verei para ser honesto. Acho que isso vai ser como Conor McGregor e José Aldo. Ele tem que deixar para lá. Você apenas tem que aceitar e seguir em frente, que é o conselho que dou ao Paulo. Você nunca vai recuperar isso (a luta). Se por algum milagre louco ou ética de trabalho ele subir no ranking novamente, ele não pode desfazer a f*** que ele levou. Eu fiz isso com ele. Eu o envergonhei. Ele apenas tem que aceitar e perceber: 'minha boca escreveu cheques que eu não consegui pagar e Israel gosta de cobrar'. Aconteceu, deixa pra lá. Então esse é o meu conselho para ele, porque foi o que eu fiz", aconselhou Adesanya.

Embora permaneça invicto em sua carreira no MMA, Adesanya já sentiu o gosto amargo da derrota no kickboxing. O brasileiro Alex 'Poatan' venceu o nigeriano duas vezes e, desde então provoca o adversário. No entanto, o campeão do UFC afirma que isso não o abala e nem o faz procurar uma revanche, uma vez que o revés foi importante para ensiná-lo uma lição. Mesmo que o seu algoz ganhe uma vaga no UFC algum dia, Adesanya garante que ainda não vai querer uma revanche, porque nada vai apagar a derrota que ele teve no encontro anterior, e é isso que ele espera que 'Borrachinha' também faça.

"Eu perdi uma luta, já fui nocauteado antes por um de seus conterrâneos. O engraçado é que o mesmo cara que me nocauteou ainda está me provocando. Então, quem está realmente ganhando? Você sabe por quê? Porque eu não persigo isso. O que aconteceu me ensinou uma lição valiosa para permanecer fiel a mim mesmo e à minha habilidade e em não ouvir o que os outros dizem. Isso me ensinou uma lição muito valiosa. Então eu sou grato que aconteceu, mas você não me vê desafiando o mesmo cara. Eu não preciso disso. Aconteceu, está no passado. Mesmo se eu o nocautear se ele vier para o UFC, isso nunca vai apagar o que aconteceu", finalizou.

Adesanya manteve o cinturão com vitória por nocaute sobre 'Borrachinha', em duelo que marcou a primeira derrota do brasileiro como atleta profissional de MMA. Por sua vez, o nigeriano ampliou seu cartel para 20 triunfos, e agora ocupa a posição de número três no ranking peso-por-peso da organização, ficando atrás apenas dos campeões Jon Jones e Khabib Nurmagomedov, primeiro e segundo colocados da lista, respectivamente.

MMA