PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Antônio Pezão elege as três principais lutas de sua carreira no MMA

Lutador tem mais de 15 anos de MMA e vai voltar a lutar no dia 30 de outubro - Bradley Kanaris/Getty Images
Lutador tem mais de 15 anos de MMA e vai voltar a lutar no dia 30 de outubro Imagem: Bradley Kanaris/Getty Images

Carlos Antunes, no Rio de Janeiro (RJ)

Ag. Fight

21/09/2020 08h00

Com mais de 15 anos no MMA profissional, Antônio 'Pezão' já passou por muitas batalhas dentro dos cages da modalidade. Com a experiência de ter participado dos maiores eventos de artes marciais mistas do mundo, o peso-pesado enfrentou grandes nomes ao decorrer de sua carreira e recordou grandes momentos vividos na modalidade.

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight, o ex-desafiante ao cinturão do UFC elegeu as três maiores lutas que fez no MMA até o momento na carreira. Como não poderia ser diferente, 'Pezão' colocou a primeira quando encarou Fedor Emelianenko, pelo extinto Strikeforce, em 2011. Na ocasião em que se enfrentaram, o russo só havia perdido duas lutas, após 35 apresentações.

"A principal luta foi contra o Fedor Emelianenko. Foi uma grande luta e me botou no auge naquele momento, fiquei bem mais conhecido no esporte", disse o lutador.

Outro combate que não sai da cabeça de 'Pezão' ele não saiu com a vitória, mas gerou uma grande repercussão. Em dezembro de 2013, o atleta encarou Mark Hunt e, depois de cinco rounds eletrizantes, foi dado um empate. O resultado, posteriormente virou um 'No Contest', pelo brasileiro ter sido flagrado em exame antidoping. No entanto, nem esse fato apaga a sua memória afetiva dessa apresentação.

"Outra luta que me marcou muito e que não foi vitória, mas acho que valeu até mais que uma vitória que foi a primeira contra o Mark Hunt. Fiz uma grande luta durante cinco rouns e terminuou empate. Fizemos uma grande batalha", recordou.

Para fechar o hall de lutas emblemáticas de 'Pezão', ele não deixou de mencionar o confronto diante de Alistair Overeem, em 2013, pelo UFC. Naquela ocasião, o peso-pesado sofreu com provocações do rival, mas, no fim das contas, calou a boca do falastrão com um nocaute no terceiro round.

"Por última luta que gosto muito de lembrar foi a contra o Overeem, por tudo que aconteceu, por todo o falátório antes da luta por parte dele. Eu vinha perdendo dois rounds e virei, consegui um nocaute. Foi inesquecível", completou o brasileiro.

Após apresentações de kickboxing e boxe sem luvas, Antônio 'Pezão' vai retornar ao MMA no dia 30 de outubro. O ex-lutador do UFC encara Brett Martin, em sua estreia no Taura MMA, que acontece na Flórida (EUA).

MMA