PUBLICIDADE
Topo

Amanda Ribas celebra moral com "chefão" Dana White: "Estou me achando"

Ag. Fight

Ag. Fight

16/07/2020 11h28

Amanda Ribas pode ser a próxima estrela do MMA feminino no UFC - Carlos Antunes

Ainda aproveitando os louros da vitória sobre Paige VanZant no último sábado (11), pelo card principal do UFC 251, Amanda Ribas foi uma das poucas pessoas que puderam acompanhar in loco o segundo evento do Ultimate realizado na 'Ilha da Luta', em Abu Dhabi (EAU), na quarta-feira (15). Em conversa com a reportagem da Ag.Fight (veja abaixo ou clique aqui) logo após o show, a lutadora mineira explicou como conseguiu se colocar entre as raras testemunhas oculares do espetáculo e celebrou a moral ganha com Dana White, presidente da franquia, que a convidou para assistir ao main event em sua mesa particular.

Com bons resultados - quatro vitórias consecutivas desde sua estreia no UFC - e uma boa dose de carisma, Amanda tem sido vista como uma potencial futura estrela da companhia. O triunfo sobre a popular Paige VanZant, ainda mais no card principal do evento com mais vendas de pay-per-view dos últimos tempos, parece ter ajudado a mineira de Varginha (MG) a subir mais um degrau rumo ao estrelato dentro e fora do octógono.

"Acho que eu sou muito abençoada, muito iluminada. Os caminhos vão se cruzando. Conheci uma galera muito gente boa que estava aqui no VIP e me perguntou se eu não queria vir. Quando eu vi, já apareci dando tchauzinho para a câmera, e quando eu fui ver o chefão já tinha me sentado para assistir o main event na mesa dele. Eu estou me achando (risos). Primeiro eu falei para ele: 'Tá louco, Dana. Todo mundo que senta do seu lado trava? Porque eu travei, não sei o que eu te falo'. Tentei falar em inglês, na minha cabeça eu falei isso. Ele me parabenizou, mostrou algumas mensagens de pessoas que mandaram mensagem para ele sobre mim. Então, eu fiquei muito feliz", contou Amanda, antes de destacar que pretende aproveitar ao máximo o momento vivido.

"Eu não sei nem o que falar. É tão legal isso. Você vê a pessoa na televisão - ele mudou a história do UFC - e hoje eu estava ali do lado dele, tirando foto, participando da live. Acho que com isso tudo eu consigo mostrar que quando a gente faz a coisa boa, coisas boas voltam. (...) Tem que aproveitar todos os momentos. Como eu estou bem na fita, eu estou aproveitando tudo, andando de jet-ski, de carro, a pé, de bicicleta, sentando na mesa, para poder aproveitar mesmo", concluiu.

Amanda Ribas estreou no UFC em junho de 2019, quando finalizou Emily Whitmire para conquistar seu primeiro triunfo pela entidade. Desde então, a mineira conquistou mais três vitórias, sobre Mackenzie Dern, Randa Markos e Paige VanZant, respectivamente. Atualmente, a peso-palha (52 kg) ocupa a 12ª posição no ranking da categoria.

Esporte