PUBLICIDADE
Topo

MMA


Borrachinha acusa Adesanya de fugir da luta: "Esse cara não quer lutar"

Paulo Borrachinha comemora após vencer luta contra Oluwale Bamgbose no UFC - Buda Mendes/Zuffa LLC/Getty Images
Paulo Borrachinha comemora após vencer luta contra Oluwale Bamgbose no UFC Imagem: Buda Mendes/Zuffa LLC/Getty Images

Ag. Fight

Ag. Fight

13/07/2020 11h44

Sem lutar desde agosto de 2019, Paulo 'Borrachinha' não vê a hora de pisar novamente no octógono e poder lutar pelo cinturão do peso-médio (84 kg) do UFC. Desafiante ao título, o brasileiro ainda aguarda uma data para saber quando vai enfrentar o campeão Israel Adesanya. No entanto, de acordo com o brasileiro, parece que o nigeriano não está muito empolgado para esse duelo e tenta evitá-lo ao máximo possível.

Em conversa com a reportagem da Ag. Fight, o número dois do ranking da divisão confirmou que Adesanya recusou duas datas para enfrentá-lo nos meses de julho e agosto. Dessa maneira, o brasileiro sugeriu a realização de um TUF ao lado do nigeriano, já que, com as gravações, o campeão teria o tempo que pede para se preparar para a luta. Entretanto, nem essa ideia animou o detentor do cinturão, o que deixou 'Borrachinha' furioso.

"É real (ideia do TUF). Se vai acontecer? Não sei, porque não depende só de mim. Eu gostaria que acontecesse. O UFC mandou duas datas para eu lutar com o Adesanya. Já era para ter lutado. A primeira era 11 de julho, eu aceitei e ele não. O UFC mandou uma nova data, seria metade de agosto, no mesmo evento do Miocic com o Cormier. Aceitei de novo e ele recusou. Esse cara não quer lutar. Então já que ele quer tempo, falou de setembro, outubro, vamos fazer um reality show, que ai mostra para os fãs e faz o reality. Incrementa ainda mais essa rivalidade e acontece a luta no final, mas nem isso estão animados. Parece que o Adesanya e o time dele tentam evitar a luta até hoje", disse o brasileiro, antes de revelar que essa ideia do TUF já era trabalhada por Dana White, presidente do Ultimate.

"Quando fiquei sabendo que ele não queria lutar em julho e nem agosto, que queria mais tempo, mandei uma mensagem para o Dana White para fazermos um TUF. Vou humilhá-lo, certeza que ganharia de lavada. Aí o Dana respondeu que era uma coincidência eu falar isso com ele, pois estava trabalhando com isso. Mas o treinador (Eugene Bareman) deles disse que não quer esse reality show. Estão evitando de qualquer forma. Está vergonhoso", completou.

Com as seguidas recusas de Adesanya e sem uma previsão de data para esse duelo acontecer, 'Borrachinha' sugeriu mais uma alternativa para o Ultimate para ele finalmente poder lutar. O mineiro deu a ideia da criação de um cinturão interino com ele e outro lutador do top 5 do peso-médio.

"Não tem uma data. Não me respondem uma data. Chegou ao cúmulo desse treinador, metido a manager, de falar que eles ainda estavam pensando quem seria o próximo a lutar com o Adesanya. Negócio sem base nenhuma. Chega a ser engraçado, se não fosse triste. (...) Então já que ele não quer lutar, chama qualquer um do top 5 e vamos fazer um cinturão interino. Quero lutar duas vezes no ano. Vai ter agora o Darren Till com o Whittaker, o Cannonier. Pode ser qualquer um deles", finalizou.

MMA