PUBLICIDADE
Topo

MMA


Deiveson testa negativo para COVID-19 e é liberado para disputar cinturão

Diego Ribas, em Las Vegas (EUA)

Ag. Fight

12/07/2020 15h28

Depois do susto de ver um teste positivo para o COVID-19 colocar em risco sua participação na 'Ilha da Luta', Deiveson Figueiredo foi liberado para competir neste domingo (12). De acordo com seu empresário Wallid Ismail, o atleta viaja ainda nesta noite para Abu Dhabi, onde seguirá o protocolo de novos exames e quarentena de 48 horas.

De acordo com a equipe do peso-mosca (57 kg), Deiveson contraiu o vírus em maio. Na ocasião, ele cumpriu período de quarentena e se curou da doença, voltando a treinar após duas semanas. Desta forma, o que teria sido detectado no primeiro exame seria a presença de anticorpos no atleta.

"Até o segundo teste deu negativo e hoje viaja em um avião particular para Abu Dhabi. Só temos a agradecer o esforço de todo o UFC staff que não poupou esforços para esclarecer a situação e permitir que o combate aconteça. O Deiveson está voando para ser campeão", se empolgou Wallid durante rápida conversa com a reportagem da Ag. Fight.

Ainda de acordo com a apuração da reportagem, Deiveson teria testado negativo em mais um outro teste, desta vez de sangue, que teria comprovado a existência de anticorpos e atestado que o vírus está inativo. Desta forma, o brasileiro aguarda apenas a realização dos trâmites protocolares em Abu Dhabi para encarar Joseph Benavidez no dia 18 de julho, em duelo válido pelo título vago dos moscas.

MMA