PUBLICIDADE
Topo

MMA


Lutador argentino do UFC tem teste positivo para coronavírus

Santiago Ponzinibbio após vitória no UFC Argentina - Divulgação/Twitter/UFC
Santiago Ponzinibbio após vitória no UFC Argentina Imagem: Divulgação/Twitter/UFC

Carlos Antunes, no Rio de Janeiro (RJ)

Ag. Fight

10/07/2020 10h35

Mais um atleta da American Top Team caiu em um exame positivo de coronavírus e vai ficar de quarentena. Dessa vez foi o argentino Santiago Ponzinibbio que fez um teste e detectou a presença do vírus em seu corpo. A informação foi confirmada ontem após uma apuração da reportagem da Ag.Fight.

O sul-americano, que não luta desde novembro de 2018, quando derrotou Neil Magny por nocaute, já havia recuperado de uma cirurgia de emergência que fez para conter uma infecção bacteriana e tinha avisado que estava apto para atuar, somente à espera de um chamado do UFC. No entanto, com esse novo contratempo, ele deve demorar mais um pouco para voltar a pisar no octógono mais famoso do mundo.

O caso de Ponzinibbio agora se junta com os de Pedro Munhoz, que acabou retirado do duelo contra Frankie Edgar, do evento do próximo dia 15, Marcos 'Parrumpinha', que testou positivo quando estava em Las Vegas (EUA) para ser córner de Luis Peña e, os últimos de Gabriel de Oliveira, treinador de boxe e Mike Brown. Este último faria parte da equipe de Jorge Masvidal, no UFC 251, deste sábado (11).

Santiago Ponzinibbio apareceu com destaque em 2013, quando fez uma campanha de sucesso na segunda edição do TUF Brasil. No entanto, acabou se lesionado após a semifinal e não pode disputar o título do programa contra William 'Patolino'. Porém, no mesmo ano, recebeu a chance e estreou no Ultimate. Desde então, o argentino tem nove vitórias, sendo sete de maneira consecutivas, e duas derrotas.

MMA