PUBLICIDADE
Topo

MMA


Royce Gracie e ex-Superman viram policiais da reserva em cidade dos EUA

Royce Gracie (primeiro à esq.) e o ator Dean Cain (último à dir.) são homenageados com o título de policial reserva do Departamento de Polícia de Pocatello (EUA) - Reprodução/Instagram
Royce Gracie (primeiro à esq.) e o ator Dean Cain (último à dir.) são homenageados com o título de policial reserva do Departamento de Polícia de Pocatello (EUA) Imagem: Reprodução/Instagram

Ag. Fight

26/06/2020 11h18

Vencedor do primeiro torneio do UFC e um dos principais responsáveis pela popularização do MMA —anteriormente conhecido como 'Vale Tudo'— no mundo, Royce Gracie adicionou mais uma conquista em seu currículo.

O membro do Hall da Fama do Ultimate agora é um policial reserva do Departamento de Polícia de Pocatello, cidade localizada no estado americano de Idaho.

A equipe de policiais reservas de Pocatello incluiu outras celebridades, como os atores Erik Estrada e Dean Cain, que interpretou o Homem de Aço na série de TV "Lois & Clark: As Novas Aventuras do Superman", nos anos 1990.

Na publicação feita por Royce em sua página oficial no Instagram é possível ver o ex-lutador participando de alguns treinamentos específicos com armas de fogo, além do registro do momento em que recebe seu distintivo.

"É bom ser parte dos garotos em azul", escreveu Royce na legenda, em referência a cor do uniforme dos policiais.

It's good to be a part of the boys in blue #represent 🇺🇸

Uma publicação compartilhada por Royce Gracie (@realroyce) em

Em 1993, data do primeiro evento do UFC realizado, Royce foi o escolhido para representar a família Gracie, e consequentemente o jiu-jitsu, na competição.

Menor e mais leve que seus adversários, o brasileiro conseguiu finalizar seus três adversários na mesma noite para se consagrar como o primeiro campeão do torneio, chocando toda a comunidade das artes marciais e fãs do esporte que assistiam.

Royce ainda ganharia os torneios do UFC 2 e 4, antes de abandonar o Ultimate e se aventurar pelos eventos japoneses. Ao todo, o carioca somou 15 vitórias, sendo 12 por finalização, duas derrotas e três empates em sua carreira.

MMA