PUBLICIDADE
Topo

MMA


Técnico defende postura de insistir para atleta não desistir de luta no UFC

Diego Ribas, em Las Vegas (EUA)

Ag. Fight

21/06/2020 08h00

A primeira luta do card preliminar do UFC Las Vegas, evento realizado neste sábado (20), contou com a polêmica discussão entre Max Rohskopf e seu treinador Robert Drysdale, que insistiu repetidas vezes para que ele não desistisse do combate. No entanto, ao final do intervalo entre o segundo e terceiro assalto, o atleta preferiu jogar a toalha, dando início aos questionamentos.

Criticado nas redes sociais por tentar convencer o lutador a permanecer no octógono, Drysdale conversou com a reportagem da Ag. Fight logo após o evento e manteve sua postura. Para isso, o treinador afirmou que sua função é a de motivar o atleta a dar seu máximo, além de ressaltar que após o intervalo o que prevaleceu foi a vontade de Rohskopf.

"Ele estava bem preparado tecnicamente. Não estava no gás porque foram cinco dias de aviso (antes da luta). Acho que ele errou na tática, se empolgou um pouco, queria pegar o cara rápido. Errou na tática e cansou, morreu no gás e cabeça ficou com a cabeça zoada. Não queria lutar, mas ele não estava machucado seriamente", narrou Drysdale.

Ex-lutador de MMA e campeão mundial de jiu-jitsu e do ADCC (submission), o treinador comanda sua academia em Las Vegas (EUA), palco do show deste sábado. Experiente competidor, o americano de nacionalidade brasileira salientou que a decisão de parar foi motivada pela parte emocional do atleta.

"Eu falei: 'Não, não vai desistir'. Estava tentando proteger ele de uma coisa que ele vai se arrepender para o resto da vida. Minha obrigação como treinador é buscar a excelência dos meus atletas tanto tecnicamente, quanto fisicamente e psicologicamente. Se eu não estou fazendo isso, não estou fazendo meu trabalho direito", ponderou, antes de negar qualquer arrependimento.

"Então, não me arrependo. Fiz o certo, esperei até o último segundo para tentar convencer ele a lutar. Ele não quis no último segundo, então falei: 'Não, ele não vai mais lutar'. Então o que eu fiz foi certíssimo. Esperei até o último segundo para tomar a decisão. Fiquei um minuto tentando convencer ele. Não conseguiu, tá jóia, jogamos a toalha. Vai fazer o quê? Não estou errado", finalizou..

Confira os resultados do UFC Las Vegas:

Curtis Blaydes venceu Alexander Volkov por decisão unânime;
Josh Emmett venceu Shane Burgos por decisão unânime;
Raquel Pennington venceu Marion Reneau por decisão unânime;
Belal Muhammad venceu Lyman Good por decisão unânime;
Jim Miller finalizou Roosevelt Roberts no 1º round;
Bobby Green venceu Clay Guida por decisão unânime;
Tecia Torres venceu Brianna Van Buren por decisão unânime;
Marc-André Barriault nocauteou Oskar Piechota no 2º round;
Gillian Robertson finalizou Cortney Casey no 3º round;
Justin Jaynes nocauteou Frank Camacho no 1º round;
Lauren Murphy venceu Roxanne Modafferi por decisão unânime;
Austin Hubbard venceu Max Rohskopf por desistência no 2º round.

MMA