PUBLICIDADE
Topo

MMA


Veteranos encerram jejum no UFC Las Vegas e voltam a respirar aliviados 

Diego Ribas, em Las Vegas (EUA)

Ag. Fight

20/06/2020 21h26

O card preliminar do UFC Las Vegas, evento realizado neste sábado (20), contou com dois resultados que podem muito bem ser tratados como reviravoltas em suas carreiras. Tanto Tecia Torres como Bobby Green fizeram as pazes com a vitória e encerraram jejuns que colocavam suas carreiras em situações perigosas.

Depois de perder quatro lutas em sequência, a peso-palha (52 kg) Tecia sofreu com a força de Brianna Van Buren no primeiro round e pareceu próxima de voltar a deixar o octógono sem ter sua mão levantada. No entanto, seu condicionamento físico e experiência entraram em ação e ela conseguiu administrar as seguidas tentativas de queda para escapar e garantir vantagem na luta em pé.

Ao final dos três assaltos, a americana foi declarada vencedora e exibiu um shorts personalidado com uma bandeira com as cores do arco íris, em apoio à causa LGBT. A ideia da confecção da peça foi da própria atleta e prontamente atendida pelo UFC - outros atletas do card também utilizaram o modelo como forma de apoio.

Já entre os pesos-leves (70 kg), Bobby Green venceu Clay Guida e voltou a respirar na organização. Em má fase desde 2014, o atleta havia vencido apenas uma disputa dentre suas sete últimas aparições no octógono. Desta forma, o triunfo por decisão unânime contra o experiente oponente garantiu sua sobrevida no maior show de MMA do planeta.

Confira os resultados do UFC Las Vegas:

Bobby Green venceu Clay Guida por decisão unânime;
Tecia Torres venceu Brianna Van Buren por decisão unânime;
Marc-André Barriault nocauteou Oskar Piechota no 2º round;
Gillian Robertson finalizou Cortney Casey no 3º round;
Justin Jaynes nocauteou Frank Camacho no 1º round;
Lauren Murphy venceu Roxanne Modafferi por decisão unânime;
Austin Hubbard venceu Max Rohskopf por desistência no 2º round.

MMA