PUBLICIDADE
Topo

MMA


Dana não esconde irritação sobre possível aposentadoria de Amanda Nunes

Amanda Nunes com os cinturões do UFC no peso-pena e peso-galo - Jeff Bottari/Zuffa LLC
Amanda Nunes com os cinturões do UFC no peso-pena e peso-galo Imagem: Jeff Bottari/Zuffa LLC

Ag. Fight

Ag. Fight

17/06/2020 07h00

No início desta semana, Amanda Nunes pegou o mundo do MMA de surpresa ao anunciar que cogita se aposentar do esporte. Após fazer história e defender, simultaneamente, os cinturões do peso-galo (61 kg) e peso-pena (66 kg) do UFC, a brasileira admitiu que conquistou tudo que desejou na carreira e que quer dar um tempo para sua vida pessoal. Mas essa revelação não agradou em nada o presidente da liga, Dana White.

Em entrevista ao The Schmozone Podcast, o mandatário do Ultimate não escondeu o sentimento de frustração com essa possível retirada de Amanda do MMA. De acordo com Dana, sua ideia no momento era formar a categoria dos penas para possibilitar o surgimento de novas rivais para a brasileira, que praticamente "limpou" duas diviões da franquia.

"Eu vou matá-la. Eu disse a Sean (Shelby) e Mick (Maynard) no último encontro, vamos construir essa divisão para ela. Vamos construir essa divisão para ela, e vamos começar a descobrir isso. E agora ela está falando em se aposentar?", disse Dana, antes de voltar a demonstrar insatisfação sobre essa possível aposentadoria de Amanda, sem perder a chance de alfinetar alguns lutadores do UFC, que pedem por maiores salários.

"A aposentadoria dela não é incrível. Isso realmente me deixa louco. Você sabe como eu sempre digo: 'Se você está falando sobre se aposentar, provavelmente deveria'. A menos que você esteja onde ela está. Nessa época, quando os caras choravam por dinheiro, uma das nossas lutadoras, que poderia continuar fazendo isso por um longo tempo, está dizendo: 'Talvez eu me aposente agora'. Ela tem muito dinheiro e pode fazê-lo", completou.

Sem saber o que é derrota desde 2014, quando foi superada por Cat Zingano, Amanda Nunes acumula uma sequência de 11 vitórias, tendo entre suas 'vítimas' ex-campeãs da organização como Cris 'Cyborg', Holly Holm, Ronda Rousey e Miesha Tate, além de Valentina Shevchenko, derrotada por duas vezes, dona do título dos moscas (57 kg).

MMA