PUBLICIDADE
Topo

MMA


Amanda Nunes passeia, defende o cinturão peso-pena do UFC e faz história

Amanda Nunes com os cinturões do UFC no peso-pena e peso-galo - Jeff Bottari/Zuffa LLC
Amanda Nunes com os cinturões do UFC no peso-pena e peso-galo Imagem: Jeff Bottari/Zuffa LLC

Diego Ribas, em Las Vegas (EUA)

Ag. Fight

07/06/2020 01h43

Uma aula de MMA. Foi dessa maneira que Amanda Nunes defendeu o cinturão do peso-pena (66 kg), na luta principal do UFC 250, diante de Felicia Spencer. Dominante em todas as áreas da luta e praticamente fazendo o que queria, a brasileira fez história na modalidade. Agora a brasileira é a primeira atleta a defender dois cinturões de maneira simultaneamente. A baiana também é a rainha da categoria peso-galo (61 kg).

Amanda começou a luta conectando muitos golpes no rosto de Felicia e logo abriu um ferimento embaixo do olho direito. A brasileira não desperdiçava ataques. Ciente disso, a canadense buscou a luta agarrada, mas se deu mal, pois a campeã inverteu a situação e deu uma bela queda. Por cima, a 'Leoa' desferiu diversas cotoveladas até o fim da parcial.

O segundo round foi bem parecido com o primeiro. Amanda dominava todas as ações em pé e encurralava Spencer, que quase não ameaçava. Quando a canadense buscava uma queda, logo se frustrava, pois a brasileira a defendia e invertia a posição, ficando por cima.

Felicia Spencer, apesar de bastante machucada no rosto, não se entregava e às vezes partia para o tudo ou nada para tentar quedas, mas sempre frustrada. No entanto, a desafiante continuava encurralada e sofrendo com duros golpes de Amanda. A brasileira quando apertava o ritmo, não errava golpes.

No quarto assalto, a dominância de Amanda era tanta na parte em pé, que ela derrubava Spencer somente por "esporte", já que não ia para o jogo de solo com a rival. No fim da parcial, a brasileira acelerou, conectou duros golpes, balançou a adversária e foi para o chão. Quando estava com um mata-leão encaixado, o gongo soou e salvou a canadense.

No último assalto, Felicia logo tentou derrubar e viu novamente Amanda defender a ficar por cima, soltando duras cotoveladas. A canadense já estava com o rosto ensanguentado, mas seguia sem desistir. Amanda, com a vitória nas mãos, só administrou a larga vantagem para vencer o duelo e escrever mais um capítulo na história do MMA.

Confira todos os resultados:

Peso-pena (66 kg): Amanda Nunes venceu Felicia Spencer por decisão unânime;
Peso-galo (61 kg): Cody Garbrandt nocauteou Raphael Assunção no 2ºR;
Peso-galo (61 kg): Aljamain Sterling finalizou Cory Sandhagen no 1ºR;
Peso-meio-médio (77 kg): Neil Magny venceu Anthony Rocco Martin por decisão unânime;
Peso-galo (61 kg): Sean O'Malley nocauteu Eddie Wineland no 1ºR
Peso-pena (66 kg): Alex Caceres venceu Chase Hooper por decisão unânime;
Peso-médio (84 kg): Ian Heinisch venceu Gerald Meerschaert por TKo no 1ºR;
Peso-pena (66 kg): Cody Stamann venceu Brian Kelleher por decisão unânime;
Peso-médio (84 kg): Maki Pitolo venceu Charles Byrd por TKO no 2ºR;
peso-mosca (57 kg): Alex Perez venceu Jussier 'Formiga por TKO no 1ºR;
Peso-meio-pesado (93 kg): Devin Clark venceu Alonzo Menifield por decisão unânime;
Peso-casado (68 kg): Herbert Burns finalizou Evan Dunham no 1ºR.

MMA