PUBLICIDADE
Topo

MMA


Mike Tyson no MMA? Vitor Belfort minimiza chance de luta contra lenda

Mike Tyson recebeu proposta milionária para voltar a lutar - Donald Kravitz/Getty Images
Mike Tyson recebeu proposta milionária para voltar a lutar Imagem: Donald Kravitz/Getty Images

Ag. Fight

27/05/2020 09h27

No último final de semana, Vitor Belfort foi visto com Mike Tyson na academia e pôde presenciar de perto a evolução física do veterano de 53 anos, que parece disposto a retornar aos ringues de boxe. No entanto, o 'Fenômeno' se adiantou em minimizar as chances de quem torce por um duelo entre o americano e algum ídolo do MMA.

Os rumores surgiram após David Feldman, presidente do Bare Knuckle FC, oferecer 20 milhões de dólares (cerca de R$ 110 milhões) para Tyson se apresentar no seu evento e apontar quatro possíveis nomes para compor o desafio: Wanderlei Silva e Tito Ortiz, ídolos do MMA, e Shannon Briggs e Evander Holyfield, ex-campeões de boxe.

"Acho que vocês vão amar (caso Tyson lute)", ressaltou Belfort durante breve troca de mensagens com a reportagem da Ag. Fight. "Ele sempre será nosso campeão, com um coração maravilhoso. Acho que tem muitos fanfarrões tentando se promover com ele, muita 'fake news'. Estive com o grupo dele e tudo isso que sai aí é especulação".

Amigo de longa data de Tyson, Belfort conheceu o ex-campeão mundial de boxe ainda nos anos 90, quando ele próprio começava a encantar o mundo do MMA com seus nocautes no octógono do UFC. Desde então, o brasileiro teve tempo para conhecer o veterano mais a fundo.

"Ele pode fazer com que ele quiser. Vale lembrar que ele ajudará aquela pessoa (futuro adversário) a ganhar (dinheiro), então ele precisa escolher alguém que fará algo bom para ele também. As estações são outras. O Tyson não precisa vender a luta com modo de provocações, ele precisa trazer esperança e muito conteúdo positivo, é isso que as pessoas precisam", finalizou o 'Fenômeno'.

Em sua última luta de MMA, Belfort, aos 43 anos, foi nocauteado por Lyoto Machida em maio de 2018. Por sua vez, Tyson não compete desde junho de 2005, quando foi superado por Kevin McBride.

MMA