PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Após comunicado de governo irlandês, UFC Dublin pode não acontecer

UFC Dublin pode não acontecer devido às restrições de aglomeração pelo coronavírus  - Josh Hedges/Zuffa LLC via Getty Images
UFC Dublin pode não acontecer devido às restrições de aglomeração pelo coronavírus Imagem: Josh Hedges/Zuffa LLC via Getty Images

Leandro Bernardes

Ag. Fight

22/04/2020 13h24

Programado oficialmente para acontecer no dia 15 de agosto, o UFC Dublin corre risco de não acontecer e a organização ser obrigada a mudar de local. A justificativa é que o governo do país proibiu eventos com mais de 5 mil pessoas até meados de setembro, como medida de prevenção a propagação do coronavírus pela Irlanda.

De acordo com um comunicado do governo local à 'Reuters', não existe, por ora, a possibilidade de as leis afrouxarem em relação à aglomeração de pessoas. Dessa maneira, todas as organizações já teriam sido informadas que shows em larga escala não serão aceitos neste período estipulado no país.

"As autoridades locais foram avisadas pelo governo de que os promotores de eventos devem ser informados de que eventos que exigem licenças superiores a 5.000 não serão considerados no período até o final de agosto", disse o comunicado.

Ainda existe a possibilidade do Ultimate desembarcar na cidade irlandesa. Isso porque a franquia trabalha com a ideia de realizar eventos fechados, sem público e com um limite de profissionais, que seria mais baixo do que o mencionado pelo governo local. No entanto, resta saber se o UFC vai preferir manter o card na cidade, que é bastante conhecida pelo amor ao esporte e correr o risco de ter um prejuízo financeiro que não aconteceria em uma data futura.

A cidade de Dublin já recebeu três edições do Ultimate. A primeira delas aconteceu em 2009, no UFC 93, quando Dan Henderson derrotou Rich Frankin, na luta principal por decisão dividida dos jurados. Cinco anos depois, foi a vez da estrela local, Conor McGregor brilhar e nocautear o brasileiro Diego Brandão, no main event. A última vez que a franquia desembarcou no lugar foi em 2015, com o irlandês Paddy Holohan superado por Louis Smolka.

MMA