PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Wanderlei recorda treino em que Werdum o nocauteou e promete troco

Wanderlei Silva - Reprodução
Wanderlei Silva Imagem: Reprodução

Diego Ribas, em Las Vegas (EUA) e Marcel Alcântara, em São Paulo (SP)

Ag. Fight

18/04/2020 06h00

Com larga experiência no MMA, Wanderlei Silva já passou por muitas situações dentro da área de luta, mas também durante seus treinamentos. Com seu bom humor de costume, o brasileiro recordou algumas situações em que passou com seus companheiros durante as atividades dentro da academia, principalmente uma em especial com Fabricio Werdum.

Em entrevista ao vivo pelo 'Youtube' à reportagem da Ag. Fight (clique aquiou veja abaixo), o ex-campeão do Pride relembrou dois camps, que terminaram de maneiras distintas, em que dividiu espaço com o 'Vai Cavalo' na equipe Kings MMA, liderada por Rafael Cordeiro. No primeiro deles, o 'Cachorro Louco' aproveitou o maior tempo de treinos para impor dificuldades para o amigo e ex-campeão do peso-pesado do Ultimate. No entanto, no segundo, Wanderlei recebeu o troco e brincou com essa situação.

"Eu estava em um camp e o Werdum estava iniciando o dele. Aí na quarta-feira era o sparring e eu peguei o Werdum. Aí comecei acertar naquele cabeção, mas da mesma maneira que a gente é amigo, na hora do vamos ver, eu pensei assim: 'Eu vou derrubar'. Encostei ele na grade, dei uma, duas, três e uma hora o Rafael (Cordeiro) gritou: 'Fica direito, Werdum'. Eu meti um upper e ele quase caiu. Passou esse camp e fomos para um outro, só que dessa vez eu estava iniciando e ele acabando. Começou o sparring e acertei ele de novo e eu me empolguei e achei que fosse derrubar. De repente, o Rafael me pediu calma e eu não entendi, falei que não estava nervoso e ele me disse que o Werdum tinha acabado de me nocautear. Eu perguntei se tinha sido um direto ou cruzado e ele me respondeu que tinha sido um chute. Essa eu ainda não consegui devolver (risos)", relembrou.

Mas para balancear a história sobre os treinamentos, Wanderlei Silva fez questão de contar um episódio em que saiu vitorioso em grande estilo, e contra Forrest Griffin, um ex-campeão dos meio-pesados (93 kg) do Ultimate. O "causo" da vez foi em uma apresentação no CT do UFC e teve até o presidente da organização, Dana White, na plateia.

"Teve uma vez que o Forrest Griffin me chamou para treinarmos lá na academia do UFC. Chegou e e ele e quem desce para assistir? Dana White. Era pra gente fazer uns cinco rounds de sparring. Primeiro e segundo rounds legais, chegou no terceiro, acertei um chute e nocauteei ele. Ele levantou, ficamos mais um pouco, mas estava sem jeito e disse que tinha dado. O Dana White falou: 'Caraca!' e foi me cumprimentar. Esse dia foi engraçado", contou.

MMA