PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ronda Rousey descarta retorno em tempo integral à WWE e dispara: "Fãs ingratos"

Ag. Fight

11/04/2020 08h00

Não espere ver Ronda Rousey de volta em tempo integral à WWE. Ao que parece, o sonho de se tornar uma estrela do pro wrestling, citado por ela como um de seus objetivos ao se afastar do MMA, não foi tão agradável como previsto. Em entrevista ao podcast 'Wild Ride with Steve-O', a ex-campeã peso-galo (61 kg) do UFC citou a falta tempo para curtir a família, causada pela desgastante rotina dos atletas, como um dos motivos que a fizeram decidir por não se dedicar completamente às lutas simuladas.

Ainda sobre o assunto, Ronda fez duras críticas aos fãs da modalidade, a quem chamou de ingratos. Apesar disso, a lutadora ressaltou seu amor pela experiência de competir na WWE e pelas companheiras de pro wrestling. Porém, admitiu que seu papel de ajudar no crescimento do telecatch feminino já foi desempenhado.

"Eu amo a WWE. Me diverti muito. Amo todas as garotas no vestiário. Mas, eu estava fazendo basicamente parte do tempo e estava 200 dias por ano longe de casa. E, quando eu estava em casa, eu estava com tanta privação do sono porque você não tem tempo para deitar. Então, era tipo... por que eu estou fazendo isso se eu não posso gastar meu tempo e minha energia na minha família? Mas, ao invés disso, estou gastando meu tempo e minha energia em um monte de fãs ingratos que não me apreciam? Eu amo me apresentar, amo as garotas. Amo estar lá, mas, no fim do dia, e eu pensei: 'F***-se esses fãs, cara'", desabafou 'Rowdy', como é conhecida, antes de continuar.

"Minha família me ama e eles me apreciam, e eu quero que toda a minha energia vá para eles. Então, essa foi minha decisão no fim do dia. É tipo: 'Hey, garotas. Amo o que vocês estão fazendo. Vou tentar pegar o meu momentum e empurrar vocês o máximo que eu conseguir. Voem, pequenos pássaros, voem! Eu estou indo para a p*** da minha casa!'. E foi basicamente isso", concluiu a americana.

Medalhista de bronze no judô nas Olimpíadas de Pequim, em 2008, Ronda Rousey migrou para o MMA profissional em 2011 e logo se tornou a principal estrela feminina do esporte. Campeã peso-galo do Strikeforce e do UFC entre 2012 e 2015, a americana se afastou da modalidade em 2016, após perder o título e não conseguir recuperá-lo em sua luta seguinte. Além de se aventurar na WWE, onde conseguiu o cinturão da WWE Raw, 'Rowdy' também tem atuado como atriz em séries e filmes norte-americanos.

Esporte