PUBLICIDADE
Topo

Covington e Woodley fazem campanha por luta no card do UFC 249

Ag. Fight

31/03/2020 09h00

As incertezas que rondavam a realização do UFC 249 ganharam companhia com a aparente impossibilidade de Khabib Nurmagomedov de competir na luta principal do evento contra Tony Ferguson. Com o fechamento das fronteiras na Rússia, medida adotada para conter a propagação da pandemia do novo coronavírus, o campeão peso-leve (70 kg) não conseguirá viajar para os Estados Unidos, provável local onde o evento acontecerá, ainda que não tenha a confirmação oficial. Para tentar dar peso ao card, duas estrelas dos meio-médios (77 kg) se colocaram a disposição para duelar no show.

Sem confirmar a saída oficial de Khabib do card ou seu substituto, o Ultimate trabalha em outras frentes, como a inclusão de confrontos entre estrelas da companhia, para garantir que o público não perca interesse no evento após o provável quinto cancelamento da peleja entre o russo e Ferguson. Assim como os pesos-leves, Tyron Woodley e Colby Covington também prometem uma disputa há algum tempo. O duelo esteve próximo de ser casado há alguns dias, quando o ex-campeão ficou sem adversário após todo o imbróglio que levou ao adiamento da edição marcada para o último dia 21 de março, em Londres (ING), por conta do coronavírus. Desafetos declarados, os atletas utilizaram suas redes sociais para pedirem a inclusão do combate entre eles no UFC 249 de última hora, mas não esqueceram as provocações mútuas (veja abaixo ou clique aqui e aqui).

"A oferta ainda está de pé, UFC. Eu vou fazer como Teddy Roosevelt e dar uma surra no Tyron Woodley, ao vivo do gramado da Casa Branca! Salve os esportes e faça isso (ser transmitido) de graça na ESPN para as pessoas! Estou tão caridoso que eu vou arrumar uma tour pelo salão oval para Tyrone, já que o Obama nunca fez isso", escreveu Colby em seu 'Twitter', antes de ser prontamente respondido.

"UFC, eu vs Qweefington (Covington), dia 18 de abril, a não ser que Tony (Ferguson) queira voltar ao seu peso do Ultimate Fighter (TUF). Uma luta de meio-médio não tira o queijo do macarrão peso-leve dele", rebateu Woodley.

Ex-campeão dos meio-médios, Tyron Woodley não sobe ao octógono do Ultimate desde março do ano passado, quando foi superado por Kamaru Usman e, consequentemente, perdeu o cinturão da categoria. Assim como o desafeto, Colby Covington também vem de derrota para o nigeriano, em disputa pelo título realizada em dezembro de 2019.

The offer still stands @ufc. I'll go full Teddy Roosevelt & beat the breaks off @TWooodley live from The @WhiteHouse lawn! Save sports and make it free on @ESPN for the people! Im in such a giving mood I'll even arrange a tour of the oval office for Tyrone, since Obama never did.

- Colby Covington (@ColbyCovMMA) March 30, 2020

@ufc Me vs Qweefington April 18th unless Tony wanna roll back up to his Ultimate Fighter weight for the bag. WW bout won't take no cheese out his LW macaroni.

- Tyron T-Wood Woodley (@TWooodley) March 30, 2020

Esporte