PUBLICIDADE
Topo

MMA


Gilbert 'Durinho' nocauteia Demian Maia no UFC Brasília e mantém boa fase

14/03/2020 - Gilbert Burns, o Durinho, nocauteou Demian Maia em luta do UFC - Buda Mendes/Zuffa LLC
14/03/2020 - Gilbert Burns, o Durinho, nocauteou Demian Maia em luta do UFC Imagem: Buda Mendes/Zuffa LLC

Carlos Antunes, em Brasília (DF)

Ag. Fight

14/03/2020 20h59

A reta final do UFC Brasília trouxe mais emoção com as grandes estrelas do show em ação. O destaque ficou para as grandes vitórias de Gilbert 'Durinho'e Renato 'Moicano'. Ambos venceram no primeiro round, Demian Maia e Damir Hadzovic, respectivamente, mas com estilos diferentes. Enquanto o primeiro nocauteou, o segundo usou o jiu-jitsu para ter o braço levantado.

'Durinho' nocauteia Demian no primeiro round

Todo mundo esperava um duelo entre Demian Maia e Gilbert 'Durinho' no chão, já que ambos são especialistas de jiu-jitsu. No entanto, o desfecho desse combate foi outro. O paulista logo levou a luta para baixo, mas viu o lutador natural de Niterói (RJ) escapar de todas as investidas. Com a luta em pé, 'Durinho' acertou uma bomba de esquerda e levou seu rival ao chão. Após isso, só martelou até o árbitro interromper a disputa.

Com esse triunfo, 'Durinho' segue invicto na categoria meio-médio (77 kg), com quatro triunfos. Já Demian, que vinha de três vitórias, tem sua sequência interrompida.

'Moicano' dá aula de jiu-jitsu e finaliza Hadzovic

Renato 'Moicano' foi o responsável pela primeira vitória do evento sem ser por pontos. Com muita explosão, o brasileiro partiu para cima de Damir Hadzovic e logo buscou a luta agarrada. Com facilidade, o anfitrião já pegou as costas do rival e encaixou um mata-leão. Após o confronto, o bósnio veio reclamar de algo, iniciando uma discussão entre os dois lutadores e as equipes tiveram que separá-los.

Essa foi a estreia de Renato 'Moicano' no peso-leve (70 kg). Antes desse confronto, ele havia perdido para José Aldo e Chan Sung Jung, ambas as lutas na categoria peso-pena (66 kg). Já Damir Hadzovic acumula dois reveses, já que vinha de resultado negativo contra Christos Giagos.

Johnny Walker é superado por pontos

O primeiro round do confronto não foi nada boa para Johnny Walker. O brasileiro até iniciou daquela maneira explosiva, mas Krylov tratou logo de impedir esses ataques e levou a luta para o chão. Nessa área, o ucraniano soltou duros golpes. Quando a disputa voltou a ficar em pé, o europeu não se intimidou e acertou bombas que balançaram o lutador natural de Belford Roxo (RJ). A segunda parcial seguiu no mesmo ritmo da primeira, com o Nikita levando o combate pro chão e travando o brasileiro. Porém, na parte final Johnny inverteu a posição e acertou bons golpes.

No terceiro assalto, Johnny evitou o quanto pode ir para o chão, mas acabou caindo no jogo do rival. Em alguns momentos chegou a ficar por cima, mas perdeu a vantagem e viu Krylov fazer pressão e não deixá-lo voltar a ficar em pé. Com uma estratégia melhor e anulando completamente o jogo do brasileiro, o ucraniano foi anunciado como vencedor por pontos.

Após início avassalador no UFC, com três vitórias seguidas por nocaute, agora Johnny Walker conhece sua segunda derrota na organização e de maneira consecutiva. Em novembro de 2019, foi derrotado por Corey Anderson. Já Nikita Krylov se recuperou de derrota para Glover Teixeira.

Confira os resultados até o momento:

  • Peso-meio-médio: Gilbert 'Durinho' nocauteou Demian Maia no 1R
  • Peso-leve: Renato 'Moicano' finalizou Damir Hadzovic no R1;
  • Peso-meio-pesado: Nikita Krylov venceu Johnny Walker por decisão unânime dos jurados;
  • Peso-leve: Francisco 'Massaranduba' venceu John Makdessi por decisão unânime dos jurados;
  • Peso-mosca: Brandon Moreno venceu Jussier 'Formiga' por decisão unânime dos jurados;
  • Peso-palha: Amanda Ribas venceu Randa Markos por decisão unânime dos jurados;
  • Peso-meio-médio: Elizeu 'Capoeira' venceu Alexei Kunchenko por decisão unânime dos jurados;
  • Peso-galo: Rani Yahya e Enrique Barzola empatam por decisão majoritária;
  • Peso-mosca: Maryna Moroz venceu Mayra 'Sheetara' por decisão unânime dos jurados;
  • Peso-mosca: David Dvorak venceu Bruno 'Bulldoguinho' por decisão unânime dos jurados;
  • Peso-galo: Bea Malecki venceu Veronica Macedo por decisão unânime dos jurados.

MMA