PUBLICIDADE
Topo

MMA


Ultimate e arena chegam a acordo e UFC Brasília terá portões fechados

O UFC Brasília terá como luta principal o duelo entre Charles "Do Bronx" e Kevin Lee - Leandro Bernardes/Ag. Fight
O UFC Brasília terá como luta principal o duelo entre Charles 'Do Bronx' e Kevin Lee Imagem: Leandro Bernardes/Ag. Fight

Carlos Antunes, em Brasília (DF)

Ag. Fight

12/03/2020 14h20

Desde que o governador do Distrito Federal emitiu um decreto limitando a realização de eventos para um grupo de no máximo 100 pessoas, o card do UFC deste sábado (14) automaticamente entrou em risco de sair do papel. No entanto, hoje as partes envolvidas chegaram a um acordo e garantiram a continuidade do evento.

Em reunião com políticos locais na manhã de hoje, representantes do UFC no Brasil teriam entrado em acordo sobre os termos estipulados pelo decreto do governador Ibaneis Rocha e garantido, assim, a realização do evento a portas fechadas. Ou seja, sem presença do público.

A informação foi publicada primeiramente pelo site 'Combate.com' e posteriormente confirmada pela reportagem da Ag. Fight. Um comunicado oficial do UFC e do ginásio Nilson Nelson deve ser divulgado ainda nesta quinta-feira com os detalhes sobre a interpretação do limite imposto pelo decreto.

Com apenas 100 pessoas permitidas no local, o número deve ser superado caso sejam contados jornalistas, fotógrafos, treinadores, lutadores, equipes e staff do próprio UFC. Dessa forma, é de se esperar que uma nova leitura do decreto seja estipulada.

MMA