PUBLICIDADE
Topo

MMA


Veterano do UFC apoia desejo de Cejudo de luta com Aldo: Não posso culpá-lo

Henry Cejudo e Marlon Moraes trocam golpes no UFC 238 - Rey Del Rio/Getty Images
Henry Cejudo e Marlon Moraes trocam golpes no UFC 238 Imagem: Rey Del Rio/Getty Images

03/02/2020 12h13

Focado totalmente em defender o cinturão peso-galo (61 kg) do UFC após abdicar do título peso-mosca (57 kg), Henry Cejudo não esconde de ninguém seu desejo de ter José Aldo como seu próximo desafiante.

O interesse do americano no combate contra o ex-campeão dos penas (66 kg) - que pode acontecer em maio, no Brasil, conforme especulações - tem sido criticado por outros atletas pelo fato do brasileiro não ter nenhum triunfo na divisão até 61 kg. No entanto, um lutador, veterano da organização, saiu em defesa da estratégia adotada por 'Triple C'.

Em entrevista ao site 'MMA Fighting', Urijah Faber destacou o potencial promocional do duelo entre Cejudo e Aldo, especialmente se for realizado no Brasil, para justificar o interesse do compatriota nesta disputa. Além disso, de acordo com o veterano, outros concorrentes, como Petr Yan, seu algoz na última luta realizada por ambos, ainda não se destacaram o suficiente para garantir totalmente um title shot. Apesar disso, Faber exaltou o alto nível de atletas presentes na categoria até 61 kg na atualidade.

"Eu sei que ele (Cejudo) só quer ganhar dinheiro, e eu não posso culpá-lo. Eles querem receber seu pagamento. Não é sobre fazer isso, é sobre fazer e manter isso. Existem tantos caras bons nessa divisão. Eu realmente sinto que esse momento é o mais empolgante que a divisão já teve. Você poderia dar a chance para (Petr) Yan, me vencer aos 40 anos assim não é necessariamente a coisa que vai dar a ele uma vantagem. Não acho que Yan seja 100% o cara a receber (o title shot), mas eu não piscaria e diria que ele não pode conseguir também", declarou Faber, antes de sugerir um duelo entre o russo e o ex-campeão Dominick Cruz como eliminatório para uma futura chance pelo cinturão.

"Eu acho que Dominick Cruz seria um pesadelo para Yan. Talvez ter Dominick de volta e enfrentando Yan, e o vencedor dessa luta (garante o title shot). Todo mundo está esquecendo de Dominick Cruz", concluiu o americano.

Ex-bicampeão do UFC, Henry Cejudo se sustentou como campeão das divisões dos moscas e dos galos por alguns meses, até abdicar do cinturão até 57 kg para focar sua carreira na categoria de cima.

Em sua última luta, contra Marlon Moraes, em junho de 2019, o americano conquistou o título vago do peso-galo. Especulado como próximo desafiante, José Aldo estreou com derrota na divisão até 61 kg em dezembro do ano passado, justamente para Marlon Moraes. O ex-campeão dos penas vem de dois reveses consecutivos no Ultimate.

MMA