PUBLICIDADE
Topo

MMA


Cigano rechaça período de descanso e aprova lutar no UFC SP em maio

O lutador Junior Cigano - Reprodução
O lutador Junior Cigano Imagem: Reprodução

Ag. Fight

03/02/2020 07h00

Após ser nocauteado por Curtis Blaydes, no dia 25 de janeiro deste ano, Junior 'Cigano' não pretende ficar muito tempo parado e já quer se recuperar deste resultado negativo. Por isso, rechaçou qualquer possibilidade de não lutar por alguns meses e aprova a possibilidade de estar no card do UFC São Paulo, especulado para maio.

Em entrevista ao site 'MMA Fighting', o ex-campeão dos pesados destacou que vai em contra ao pensamento de sua equipe, que pediu para ele tirar alguns meses de descanso e voltar melhor. Para o brasileiro, a melhor maneira de voltar a ter grandes apresentações é se manter cada vez mais ativo e não vê problemas de já atuar em maio.

"Eles queriam que eu descansasse, mas eu não vou descansar. Só vou descansar quando acertar as coisas novamente e corrigir meus erros. Para mim, a melhor opção é começar outra luta imediatamente. Eu queria lutar logo após minha lesão, porque esse é o melhor remédio para mim. Minha vida é boa quando estou ativo, quando tenho um objetivo", disse, antes de afirmar que não se oporia de lutar no Brasil.

"Não luto no Brasil desde que entrei no UFC, então seria ótimo para minha carreira lutar pelo meu povo. Eu posso me preparar para uma luta em maio, sem problemas. Caso eles me ofereçam algo para esse card, eu posso lutar no Brasil em maio", completou o lutador, que esteve perto de atuar em seu país natal em 2014, em duelo contra Stipe Miocic, mas acabou retirado da disputa por ter fraturado a mão.

Após engatar três triunfos consecutivos, Junior 'Cigano' acabou nocauteado por Francis Ngannou e Curtis Blaydes, este último em janeiro deste ano, o que freou seu ímpeto para chegar a uma nova disputa de cinturão da categoria.

MMA