Topo

MMA


Ex-lutadora do UFC acusa ex-namorado de agredi-la por não aceitar separação

A lutadora Cindy Battlecat Dandois - Reprodução/Instagram
A lutadora Cindy Battlecat Dandois Imagem: Reprodução/Instagram

Ag. Fight

27/11/2019 08h00

A lutadora de MMA Cindy Dandois - que teve passagens pelo UFC, Bellator e Invicta FC - acusa um ex-namorado de agredi-la na última sexta-feira (22). De acordo com o relato da vítima, ela teria sido atacada do lado de fora de sua casa em Deurne, na Antuérpia (BEL). O ataque teria sido causado pela recusa do antigo parceiro de aceitar o rompimento da relação.

Ao jornal Het Laatste Niews, Cindy revelou que o ex-namorado a ameaçava, mas que ela não levava suas palavras a sério. Ainda de acordo com a lutadora, o antigo parceiro estava escondido e a atacou de surpresa, utilizando inclusive uma chave como arma. Como resultado das agressões, Dandois precisou ser hospitalizada com um nariz quebrado e um corte profundo em seu rosto que necessitou sete pontos para ser fechado.

"Um ex (namorado) meu não podia acreditar que nós estávamos separados e eu só queria seguir a vida como amigos. Com ciúmes, então. Ele vinha me ameaçando há algum tempo, mas eu não levei aquelas ameaças seriamente - até ele aparecer na minha porta", explicou Cindy, de acordo com a transcrição do site MMAJunkie, antes de completar.

"Eu não estava preparada para o ataque de forma alguma. Antes de perceber, eu fui estapeada no rosto. Meu nariz está quebrado e torto. Tem também um corte profundo que foi costurado com sete pontos. Vai ser uma cicatriz para a vida. Esperançosamente, eles vão ser capazes de endireitar meu nariz novamente. Eu devia ter levado a sério as ameaças desde o começo, mas eu sempre esperava que ele ia se acalmar. Não tanto", contou.

Ainda que seja uma atleta de MMA profissional, o fator surpresa do ataque fez com que Cindy não pudesse se defender de forma adequada. Apesar disso, segundo ela, o treinamento pelo qual passa como lutadora a ajudou a evitar o pior.

"Eu não gosto de lutar fora do ringue. Não sou uma lutadora de rua. E se você não vê o ataque vindo, é difícil evitá-lo por completo. Eu me defendi, claro, para evitar o pior", declarou a belga.

As lesões resultantes do ataque obrigaram Dandois a desistir de um combate agendado para esta semana, no evento Fightclub Den Haag. Em sua página oficial no Facebook, a lutadora anunciou que não poderia lutar e publicou fotos suas após o ocorrido para justificar sua ausência (veja abaixo ou clique aqui). Apesar disso, Cindy afirmou que espera se recuperar a tempo para voltar a competir no dia 15 de dezembro, em luta já marcada para o show Cage Survivor 14.

Apesar do mal causado pelo ex-namorado, Cindy preferiu não apresentar queixa contra ele. De acordo com ela, seus únicos desejos são que o antigo parceiro pague os custos financeiros de seu tratamento e a deixe em paz.

"Eu ficaria muito feliz se ele tivesse que pagar pelos custos financeiros. Eu não preciso mandá-lo para a prisão. Nós somos todos seres humanos. Todos nós cometemos erros. Eu espero que ele os veja, pague pelo que ele fez e se recupere na vida. E me deixe em paz, claro. Eu não sou uma vítima patética que chora no canto. É difícil, mas eu ainda estou aqui, felizmente. Isso podia ter terminado de forma diferente", concluiu Cindy Dandois.

Cindy Dandois compete no MMA profissional desde 2009, com passagens por grandes eventos como o UFC, o Bellator e o Invicta FC. A veterana lutadora, de 35 anos, acumula 15 vitórias e cinco derrotas em sua carreira.

MMA