Topo

Esporte


Com Demian como espelho, 'Buchecha' vê seu jiu-jitsu superior a possíveis rivais do UFC

Carlos Antunes, no Rio de Janeiro (RJ)

Ag. Fight

09/11/2019 07h00

Marcus 'Buchecha' afirmou que em breve vai migrar para o MMA - Carlos Antunes

Multicampeão do jiu-jitsu, Marcus 'Buchecha' está perto de migrar para o MMA e seguir o caminho de outros atletas, que fizeram sucesso na arte suave e depois se apresentaram com as luvas na mão. Recordista de títulos do Mundial da modalidade, com 13, incluindo na categoria pesadíssimo e no absoluto (divisão sem limite de peso), o brasileiro, em entrevista exclusiva à reportagem da Ag.Fight, revelou que sabe em quem se espelhar para repetir os bons resultados dos tatames dentro do octógono. Trata-se de Demian Maia.

Conhecido por um jiu-jitsu clássico, Demian é apontado como o grande representante da arte suave no Ultimate. O paulista nunca foge de suas características nas suas apresentações, evitando uma trocação franca e buscando quedas precisas, para poder encontrar posições em que possa finalizar seus oponentes. Por isso, 'Buchecha' pretende seguir essa mesma linha do compatriota, impondo seu carro-chefe e já adiantou qual categoria pretende atuar no MMA, admitindo enxergar vantagem sobre seus possíveis rivais no UFC, caso tenha a chance de lutar na franquia.

"O Demian é um cara que me inspiro demais. Quero que minha carreira no MMA seja parecida com a dele, sempre usando o jiu-jitsu. É a minha grande arte marcial e não vou trocar 15 anos de jiu-jitsu por dois de boxe ou muay thai. Tudo que quero é usar meu jiu-jitsu, principalmente na categoria que quero lutar, que é dos pesos-pesados. Lá não tem ninguém com um nível de chão muito bom, tirando o (Fabrício) Werdum, que é um cara que dispensa comentários. A maioria é até faixa-preta, são até bons, mas o nível do Werdum é o mais alto. Claro que ainda estou longe de lutar com esses caras, mas com certeza quero usar muito meu jiu-jitsu, até porque nos pesados, trocar porrada não é muito recomendável. Uma mão pode entrar, é loteria", afirmou o brasileiro de 29 anos.

Apesar de admitir que essa mudança está perto de acontecer, 'Buchecha' não quer acelerar o processo e prega calma para poder fazer sua estreia na nova modalidade bem preparado. Através das suas redes sociais, o brasileiro já tem divulgado vídeos fazendo manoplas com luvas e treinando chutes, inclusive contando com a ajuda do ex-campeão dos médios do Ultimate, o americano Luke Rockhold.

"Me testar no MMA é algo que quero fazer. Isso é certo, porque quero esse desafio. Então acho que chegou a hora de treinar, aprender e estou muito animado, evoluindo a cada dia mais. Mas estou esperando a hora certa, os eventos que vão me procurar. Mas primeiro quero aprender. Não quero ter que botar data para treinar em cima disso. Quero que seja naturalmente e vai acontecer", contou o faixa-preta de jiu-jitsu.

Atualmente uma das grandes motivações para 'Buchecha' migrar para o MMA é ver o sucesso do amigo Rodolfo Vieira. Se nos tatames os dois cultivaram uma das maiores rivalidades do jiu-jitsu, fora dele possuem uma amizade. Recentemente, Rodolfo venceu em sua estreia no Ultimate, quando finalizou Oskar Piechota, no UFC Uruguai.

"Ver o Rodolfo (Vieira), que é um amigo, ganhando me incentivou demais, me deu uma vontade grande de lutar. Foi algo que me empolgou muito. Conhecendo o Rodolfo como eu conheço, quando ele está motivado, focado assim, tem grandes chances de no futuro conquistar esse cinturão", completou.

Neste ano, Marcus 'Buchecha' conquistou o 13º título no Mundial de jiu-jitsu, aumentando ainda mais seu recorde e a vantagem sobre Roger Gracie, que possui 10, e é o segundo colocado. Além disso, neste ano participou do ADCC ficando com a medalha de bronze na sua categoria e a de prata no absoluto.

Esporte