Topo

MMA


Antônio Pezão valoriza "corpo saudável" para estreia no boxe sem luvas

Bradley Kanaris/Getty Images
Imagem: Bradley Kanaris/Getty Images

Carlos Antunes, no Rio de Janeiro (RJ)

Ag. Fight

15/10/2019 06h00

Neste sábado (19), depois de uma longa espera, Antônio 'Pezão' enfim voltará a lutar. Mas não se trata de um combate de MMA e sim de boxe sem luvas, no duelo principal do evento 'Bare Knuckle Fighting Championship' que será realizado na cidade de Tampa (EUA). Seu adversário é o também brasileiro e ex-UFC Gabriel Napão. Sem competir desde 2017, o lutador peso-pesado não escondeu a felicidade de poder estar em ação novamente.

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag.Fight, 'Pezão' admitiu que esse tempo afastado foi fundamental para colocar sua carreira nos trilhos novamente, já que nas suas últimas apresentações ele não atuou com condições físicas e mentais necessárias para competir no nível desejado. Além disso, o lutador, que tem como carro-chefe a luta em pé, demonstrou estar empolgado em fazer uma luta na curiosa modalidade de boxe sem luvas.

"É uma experiência nova, uma coisa boa. Gosto dessa sensação, dessa adrenalina de luta, gosto disso no meu corpo. Já tenho anos nas artes marciais, comecei com cinco anos. Passei dois anos parado para me recuperar de situações pessoais e profissionais, fiz uma cirurgia no joelho. Parei para me recuperar 100%. Então estou muito feliz e com muita vontade para fazer o que mais amo, com a cabeça boa e corpo saudável. Estou muito bem fisicamente e mentalmente, que acho que é o principal. Agora tenho certeza que vou voltar com tudo, aquele Pezão que sempre fui", disse.

Apesar de ambos os lutadores terem feito parte de suas carreiras na categoria dos pesados do UFC e chegarem a disputar o cinturão do evento, eles nunca se enfrentaram dentro do octógono. Mas nada que impeça eles de se conhecerem muito bem, tanto que 'Pezão' tem na ponta da língua todas as qualidades do seu adversário e garante que não pode subestimar sua trocação.

"O Napão merece todo respeito, é uma lenda do jiu-jitsu. Um cara que tem um jiu-jitsu afiado, mas essa luta é na regra do boxe. Ele também merece respeito na trocação também, por ser um cara que já nocauteou o Crocop. Ele luta bem em pé, é peso-pesado então sei que não posso vacilar em momento algum. Estou bem preparado. Fiz um camp muito forte, na academia Pitbull Brothers", afirmou o atleta de 40 anos.

Recentemente o Bare Knuckle Fighting Championship anunciou as contratações de Wanderlei Silva e Hector Lombard, aumentando seu elenco de estrelas. Para o ex-UFC, isso é fruto do começo de um crescimento do show que chegou para fazer concorrência com o Ultimate no coração dos fãs.

"Agora vai ser a oitava edição. Uma edição já bateu o UFC no pay-per view. Acredito num crescimento ainda maior. Eles estão trazendo muita gente boa, acabaram de pegar o Wanderlei Silva, o Hector Lombard. É um estilo de luta que o povo gosta, como o americano e brasileiro, da época do vale-tudo, dos Gracie. Tem tudo para crescer", completou.

Com 19 vitórias e 12 derrotas na carreira, Antonio 'Pezão' já chegou a disputar o cinturão do peso-pesado do Ultimate, em 2013, mas foi derrotado por Cain Velásquez. Além disso, um dos momentos mais marcantes do lutador no MMA foi o triunfo sobre Fedor Emelianenko, em 2011, pelo extinto Strikeforce.

MMA