Topo

Esporte


Vinícius 'Mamute' revela procura por ajuda psicológica após sequência negativa no UFC

Neri Fung, em Niterói (RJ)

Ag. Fight

20/09/2019 08h00

Vinícius 'Mamute' encara Paul Craig neste sábado (21) no UFC México - Diego Ribas

Com nove vitórias, sendo oito por finalização, e apenas uma derrota no cartel até então, Vinícius 'Mamute' conseguiu um contrato com o UFC após participar do programa 'Contender Series Brasil'. No entanto, o meio-pesado (93 kg) acabou nocauteado em suas duas apresentações dentro do octógono até aqui, colocando em perigo sua continuidade na organização. Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight, o brasileiro - que encara Paul Craig no próximo sábado (21) no UFC México - admitiu que a sequência negativa abalou seu psicológico, mas afirmou que está pronto para recuperar o bom momento que o levou ao Ultimate.

As derrotas para Alonzo Menifield e Eryk Anders, em suas duas primeiras aparições no octógono do UFC, tiveram uma consequência maior do que a esportiva em seu cartel. Em conversa com a reportagem da Ag. Fight, 'Mamute' revelou que procurou ajuda profissional e conforto nos amigos para se recuperar psicologicamente da primeira sequência negativa de sua carreira.

"É bem complicado. Abala (o psicológico), mas consegui me reestabelecer e estou com os pensamentos mais positivos possíveis para essa luta. Tive ajuda profissional, conversei com amigos. Sempre ajuda. E compreendi que o UFC é o evento mais difícil do mundo e estamos suscetíveis a derrotas. Óbvio que sempre queremos vencer, mas tem que entender que o nível aqui é grande", contou Vinícius, antes de admitir que o confronto contra Paul Craig é fundamental para sua permanência na organização.

"Estou ciente do grande risco (de ser cortado) que eu corro. Mas se eu deixar a pressão tomar conta, meu desempenho vai cair. Então, tento não pensar muito", completou.

Sem conseguir impor seu estilo de luta ainda no octógono, o meio-pesado brasileiro tem uma grande chance no próximo sábado, já que seu adversário normalmente não costuma evitar a luta no solo. Especialista em jiu-jitsu, 'Mamute' afirmou que está atento ao potencial do escocês na guarda, mas garantiu que levará vantagem caso o oponente aceite ficar por baixo.

"Eu vi que ele gosta muito de puxar para a guarda, mas não sei se ele vai se sentir à vontade de fazer isso comigo. Mas se ele for tentar, vou estar preparado para não cair na guarda fechada dele, que é bem perigosa. Ele confia muito no jogo de chão dele, mesmo por baixo, mas se fizer isso vai ser um fator positivo para mim", concluiu o brasileiro.

Além do combate entre Vinícius 'Mamute' e Paul Craig, o card do UFC México conta com outros quatro brasileiros. Vanessa 'Miss Simpatia' e Ariane Sorriso fazem suas estreias na organização contra Irene Aldana e Angela Hill, respectivamente. Além de Marcos 'Dhalsim' e Bethe 'Pitbull', que enfrentam Claudio Puelles e Sijara Eubanks.

Mais Esporte