PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Adeus do Imperador? Fedor Emelianenko admite aposentadoria em breve

Ag. Fight

25/01/2019 11h31

A trajetória de um dos maiores lutadores de MMA de todos os tempos pode estar chegando ao fim. Isso porque, nessa quarta-feira (23), Fedor Emelianenko admitiu que a aposentadoria já faz parte de seus planos. A lenda russa tem um importante compromisso neste sábado (26), quando mede forças com Ryan Bader pelo cinturão dos pesos-pesados do Bellator.

O confronto será sediado em Inglewood (EUA) e marcará a final do Grand Prix da liga. Portanto, em caso de vitória, o título do Bellator pode vir a ser o último conquistado pelo ‘Último Imperador’ em sua vitoriosa carreira. Fedor já se aposentou uma vez, em 2012, após vencer o brasileiro Pedro Rizzo. O russo voltou à ativa três anos depois e permanece assim até os dias de hoje.

“Para dizer a verdade, na idade que estou agora, penso em me aposentar cada vez mais e mais. Não posso responder essa pergunta neste momento. Mas estou planejando descansar um pouco para, então, decidir. Não é porque não quero mais lutar. É definitivamente por conta da idade, você sabe, e todas as lesões também”, revelou Emelianenko, antes de comentar como se prepara mentalmente para seus combates. “Honestamente, não há segredos. Você tem que mirar um objetivo e trabalhar em direção a ele”, concluiu o peso-pesado veterano ao site ‘MMA Fighting’, durante os treinos abertos para o show deste sábado.

Aos 42 anos – 18 deles como profissional de MMA – Fedor somou 38 vitórias, cinco derrotas, além de um ‘no contest’ (duelo sem resultado) em seu cartel. Ex-campeão do Pride, o russo é apontado por parte da imprensa como o maior atleta de artes marciais mistas da história. E, já no fim de sua carreira, o 'Último Imperador' tem a oportunidade de conquistar seu derradeiro título, dessa vez no Bellator.
 

Esporte