PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Governo do Ceará diz que UFC Fortaleza será realizado em fevereiro

Jorge Corrêa/UOL
Imagem: Jorge Corrêa/UOL

Ag. Fight

18/01/2019 15h41

Marcado para 2 de fevereiro, o UFC Fortaleza será estrelado por duas lutas que podem definir futuros desafiantes aos títulos galo (61 kg) e pena (66 kg). No entanto, o forte enfrentamento entre Estado e facções criminosas tem tomado o espaço que seria da expectativa pelo primeiro evento do Ultimate no Brasil em 2019.

Duas semanas antes de Marlon Moraes e Raphael Assunção encabeçarem o card - que terá também José Aldo vs Renato Moicano como grande atração -, a Ag. Fight questionou alguns dos principais envolvidos na organização sobre o que tem sido feito para garantir sua realização em segurança. O governo do Ceará, maior interessado, diz que o show vai acontecer.

À Ag. Fight, o governo do Ceará informou que "a segurança ao redor do evento (...) será reforçada". Além disso, explicou que o fato de a Força Nacional ocupar uma área do Centro de Formação Olímpica (CFO), onde será realizado o show, "não afeta" o UFC Fortaleza. "Se necessário, haverá uma adequação na utilização do complexo", informou o Estado, por meio de nota.

Tom semelhante foi adotado pelo Ultimate. Questionada pela reportagem, a organização afirmou que continua a acompanhar os casos de violência e está em contato ininterrupto com as autoridades locais.

"Nosso evento em Fortaleza está planejado conforme o programado. A UFC está monitorando de perto a situação e as discussões estão em andamento com executivos do governo, autoridades policiais locais e nossos parceiros em Fortaleza. A segurança de nossos fãs, atletas e funcionários é a maior prioridade para o UFC. Como em todos os nossos eventos, trabalharemos com nossos parceiros locais e agentes de segurança para garantir que vigorem os mais altos padrões de segurança", diz o comunicado.

Nascido na capital cearense, Thiago 'Pitbull' vai lutar pela primeira vez em sua terra natal desde 2001, ano em que iniciou a carreira. À Ag. Fight, o meio-médio afirmou que as informações que recebeu do Ultimate apontam, de fato, para a manutenção do evento em Fortaleza.

"Não escutei nada ainda (sobre possibilidade de mudar a sede do show). Nada sobre o que está acontecendo lá agora. A princípio está tudo certo. As conversas que estou tendo até agora são de que o UFC vai rolar. E o palco da guerra vai ser Fortaleza mesmo", disse.

A crise no Ceará

A origem da crise no Ceará foi a criação da Secretaria de Administração Penitenciária, que tomou medidas mais duras para combater as facções que comandam crimes de dentro dos presídios.

O novo titular da pasta, Mauro Albuquerque, endureceu a fiscalização nas prisões, que apreenderam celulares, TVs, drogas e armas, e declarou que o estado não mais reconheceria os grupos de bandidos, deixando de separá-los conforme suas filiações.

Em represália, as facções passaram a organizar ataques que já duram 14 dias. Já foram mais de 200 ações criminosas no estado, atingindo 46 dos 184 municípios. O governo do Ceará passou, então, a contar com reforço da Força Nacional, da Polícia Rodoviária Federal e de policiais militares da Bahia. Apesar disso, registra-se queda na ocupação hoteleira e um afastamento de visitantes a cerca de 15 dias do UFC, evento que costuma atrair fãs de todo o Brasil.

Confira o card completo do UFC Fortaleza:

Galo (61 kg) | Raphael Assunção vs. Marlon Moraes
Meio-médio (77 kg) | Demian Maia vs. Lyman Good
Pena (66 kg) | José Aldo vs. Renato 'Moicano'
Médio (84 kg) | Markus 'Maluko' vs. Anthony Hernandez
Palha (52 kg) | 'Livinha' Renata Souza vs. Sarah 'A Treta' Frota
Meio-médio (77 kg) | Thiago 'Pitbull' vs. Max Griffin
Meio-pesado (93 kg) | Johnny Walker vs. Justin Ledet
Galo (61 kg) | Ricardo 'Carcacinha' vs. Said Nurmagomedov
Mosca (57 kg) | Rogério Bontorin vs. Magomed Bibulatov
Mosca feminino (57 kg) | Taila Santos vs. Mara Romero Borella
Pesado | Junior Albini vs. 'Jairzinho' Rozenstruik
Leve (70 kg) | Charles 'Do Bronx' vs. David Teymur

Esporte