PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Injustiçado? Jon Jones tenta reverter 'no contest' em luta contra 'DC'; entenda

Ag. Fight

30/12/2018 14h02

Jon Jones fez história novamente nesse sábado (29) ao derrotar Alexander Gustafsson pela segunda vez e conquistar o título dos meio-pesados (93 kg) do UFC pela terceira vez em sua carreira. Mas como se não bastasse, 'Bones' conseguiu surpreender o mundo também durante a coletiva de imprensa após o combate, na qual ele revelou que vai lutar pela sua inocência no último caso de doping em que foi flagrado.

Na ocasião, em julho de 2017, Jones e Daniel Cormier se enfrentaram pela segunda vez, com vitória por nocaute de Jon. No entanto, o resultado da luta foi revertido para um 'no contest' (sem vencedor) após o campeão dos meio-pesados ser flagrado no exame antidoping. Mas após estudar sobre o comportamento da substância proibida no corpo humano, 'Bones' afirma que pode ser capaz de reivindicar um triunfo neste duelo específico contra 'DC'.

"Espero que não (tenha nenhum pictograma em meu organismo). Tenho aprendido sobre essa substância, e ouvi que pode permanecer no meu corpo pelos próximos sete anos, o que é bem assustador. No primeiro caso de doping com o Cormier, eles acharam um metabólito de longa duração no meu corpo, não foi encontrado nenhuma substância proibida ingerida há pouco tempo. Não sei há quanto tempo essa coisa estava no meu corpo, mas quero lutar para reverter a decisão da minha luta contra o Daniel Cormier (para uma vitória). Porque se tivessem metabólitos de curto prazo no meu organismo, você seria capaz de cravar que algo estava ilegal em mim recentemente, mas não foi o caso...Acredito que com minha reinvindicação conseguirei provar minha inocência, colocarei nas mãos de Deus", revelou Jones durante a coletiva em Inglewood (EUA) que contou com a presença da Ag Fight.

Ainda durante a coletiva, Jones aproveitou para apimentar ainda mais sua rivalidade com Cormier. O campeão dos meio-pesados voltou a alfinetar seu maior rival, ao afirmar que esta é a era dele, e que 'DC' precisaria vencê-lo para provar o contrário. Bones também não descartou subir de categoria no futuro - pesos-pesados, onde Daniel é o campeão atualmente.

"Ele está sempre quieto, a não ser para desmerecer a mim, algo que eu fiz, ou o meu legado. Cara, deixa Jon Jones na dele, ele te venceu. Ele tenta muito duro me desmerecer. A única coisa que quero como retaliação é que ele diz que foi campeão. Mas ele nunca foi, nunca me bateu. É a minha era, desde 2011. Falarei isso claro e alto: 'Ele não é campeão'. O único modo (dele provar isso) é se ele chutar meu traseiro. Se formos para peso-pesado, ok. Não tenho problemas com ele, mas quando ele vem querer me chamar de traidor.... É possível que eu suba para os pesados, mas não tenho nada contra ele, contra o legado dele. Ele precisa parar de falar que foi campeão dos meio-pesados. Me enfrente ou cale-se", provocou Jon.

Atualmente, Jones possui um cartel de 23 vitórias, uma derrota e um 'no contest' - exatamente o combate contra Cormier. Caso prove sua inocência, o americano melhorará ainda mais o histórico quase perfeito para 24 triunfos e apenas um revés (quando foi desqualificado após aplicar um golpe ilegal). Bones nunca foi superado dentro dos octógonos e se firma cada vez mais como um dos maiores atletas da história do esporte.

Esporte