PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Noivo de 'Cyborg' revela emoção ao adotar sobrinha da campeã do UFC

Ag. Fight

28/12/2018 14h45

Uma das maiores atletas de todos os tempos, Cris 'Cyborg' pode, enfim, se consagrar como a maior lutadora de MMA da história neste sábado (29), caso vença Amanda Nunes no co-main event do UFC 232. Mas enquanto se aproximava de seu objetivo profissional, a brasileira realizou outro sonho, só que no âmbito pessoal: adotar a sobrinha 'Gabby'.

Em entrevista exclusiva à equipe da Ag Fight, Ray Elbe, noivo da campeã dos pesos-penas do UFC (66 kg) e também lutador de MMA, revelou que Cris tinha vontade de adotar sua sobrinha antes mesmo deles se conhecerem. O parceiro da curitibana ainda analisou o processo de adaptação de Gabby ao novo país, em pouco menos de um ano de duração.

"Esse era um sonho da 'Cyborg' antes mesmo de nós começarmos a namorar. Ela trouxe a Gabby aqui quando ela tinha uns quatro anos de idade e fez a promessa de que quando ela tivesse a condição financeira de sustenta-la nos EUA, o faria", revelou Ray, antes de falar sobre a facilidade da sobrinha de Cris com o novo ambiente.

"Nós temos (uma filha), trouxemos a sobrinha dela para os Estados Unidos, tem uns oito meses agora. Ela está na escola, aprendendo inglês. Na verdade, ela está progredindo tão rápido com a língua, que estão pensando em tirá-la da sala de alunos em que o inglês é a segunda língua. Ela está indo muito bem, tirando notas boas, fazendo amigos, se ajustando muito bem à vida aqui nos EUA", completou.

Com a adoção de Gabby, Elbe se tornou um pai para a sobrinha de Cris. O lutador comentou como tem sido exercer a paternidade durante esse período e ainda opinou que a mudança de país pode vir a ser crucial para os planos de vida da nova filha.

"Eu amo (a sensação de ser pai), é ótima. Você ter alguém ali te observando como um exemplo, isso te motiva ainda mais a batalhar sempre para alcançar seus objetivos. Eu estou curtindo bastante. Eu já tinha me encontrado com a Gabby por diversas vezes antes dela se mudar para cá. Não foi tipo meu primeiro encontro com ela aqui nos EUA. Ela é uma ótima criança, motivada a fazer as coisas bem. Acho que se mudar para cá (EUA) dá ainda mais esperança para ela, de alcançar os objetivos que ela estabeleceu para ela mesma em sua vida", declarou o noivo de Cyborg.

Fato é que, tanto Gabby quanto Ray Elbe já escolheram um lado para torcer neste sábado durante o confronto das campeãs brasileiras. O duelo será o co-main event da noite, que será liderada pelo confronto dos meio-pesados (93 kg) entre Jon Jones e Alexander Gustafsson, em Inglewood (EUA).

Esporte