PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Dana White volta a pedir que Max Holloway mude de divisão: "Já fez tudo nos penas"

Ag. Fight

09/12/2018 16h34

Apesar do bom desempenho de Max Holloway no UFC 231 desse sábado (8), quando defendeu o cinturão dos pesos-penas (66 kg) no duelo contra Brian Ortega, Dana White continua convicto de que o havaiano deveria migrar para os leves (70 kg). Em entrevista coletiva após o evento, o presidente do Ultimate ressaltou que ele ainda terá que conversar sobre o assunto com o lutador, mas destacou que o 'Blessed' já cumpriu com o seu propósito na divisão e que este seria o melhor momento para subir de categoria.

Além disso, Dana White sugeriu que, ao mudar de divisão, Holloway teria a possibilidade de enfrentar atletas de destaque na organização, como Khabib Nurmagomedov, Tony Ferguson ou Conor McGregor. O presidente do show ainda relembrou que o lutador havaiano teve problemas de saúde durante o corte de peso em outras oportunidades, o que seria minimizado ao subir para os leves.

"Max é um homem adulto e precisamos conversar, mas eu gostaria que ele fosse para os leves agora. O garoto tem 27 anos, está no auge da vida, nunca pareceu melhor. Continua melhor a cada luta e acho que já fez tudo o que poderia nos penas. Para que continuar cortando esse peso? Há coisas grandes para ele nos leves. Se Holloway for para os leves, todos no top five são interessantes para ele", projetou Dana White, ressaltando que o esforço do atleta em bater os 66 kg pode estar com os dias contados.

"Acho que depois de seus últimos problemas, seria melhor para ele fisicamente ou em qualquer outro aspecto subir para os leves. Ele não disse uma palavra para mim sobre isso, então vamos ver o que ele acha. Vamos falar sobre isso e a partir daí vamos ver", completou.

Aos 27 anos, Max Holloway conquistou o cinturão dos penas em 2017 após nocautear José Aldo no UFC Rio. Ao longo da carreira profissional como lutador de MMA, o havaiano triunfou em 20 oportunidades, além de ter sofrido apenas três derrotas.

Esporte