PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Após deixar reabilitação, Jones diz não estar sóbrio para disputar título

Hans Gutknecht/AP
Imagem: Hans Gutknecht/AP

Ag. Fight

27/11/2018 10h53

Jon Jones abriu a guarda em uma entrevista nessa segunda (26), durante o programa Ariel Helwani's MMA Show, exibido nas plataformas digitais da emissora americana ESPN. Na conversa, ele admitiu que, embora esteja se preparando para o retorno ao octógono no UFC 232, em Las Vegas (EUA), não está sóbrio.

'Bones' tem a carreira marcada por episódios de envolvimento com álcool e drogas. O lutador foi flagrado em três exames antidoping - um por cocaína e dois por esteroides - nos últimos quatro anos, além de ter causado um acidente de trânsito no qual atingiu o veículo de uma mulher grávida e fugiu. Neste ano, o atleta esteve em uma clínica de reabilitação, mas não seguiu a abstinência depois de sair do local.

Leia também:

Durante a entrevista, Jones reconheceu que, no momento, ainda faz uso de drogas. "Ainda bebo. Fumo maconha também de vez em quando", disse. Questionado sobre o ambiente no qual tem vivido, o ex-campeão dos meio-pesados hesitou. "Sim, sim. Estou em um lugar muito saudável. Bem, quero dizer... Não sei. Quem sabe?", ponderou, antes de afirmar que seus técnicos sabem dos hábitos com álcool.

"Cansei de tentar esconder que sou", disse, antes de ser interrompido por Ariel, que perguntou quanto Jones tem bebido. "Não uma quantidade louca. Em alguns fins de semana, principalmente nos fins de semana", respondeu. Jon comentou a opção por abrir mão da sobriedade completa.

"É algo pelo qual eu estava me esforçando, especialmente ao ir para a reabilitação no último verão. Eu estava me esforçando para conseguir a sobriedade completa. Não estou pronto para isso. Não é quem eu era e não é quem eu sou na minha vida e na minha carreira. (...) E eu estou em um lugar no qual posso ser honesto comigo mesmo. Mas estar neste lugar definitivamente me amadureceu muito", declarou.

Jones prometeu ficar abstêmio durante as últimas semanas de preparação para o duelo contra Alexander Gustafsson, no UFC 232, em 29 de dezembro. O confronto entre os dois, válido pelo título meio-pesado, é a principal atração do evento, que tem ainda a disputa do cinturão pena (66 kg) entre Amanda Nunes e Cris 'Cyborg'.

MMA